Conselho do Vitória convocará AGE para decretar situação de Paulo Carneiro

Em síntese, até a data da realização da AGE, o cartola seguirá afastado do cargo

Foto - Arisson Marinho/CORREIO

Uma das principais pautas da reunião do Esporte Clube Vitória, nesta segunda-feira (27), tratou do relatório da Comissão Processante acerca das denúncias contra o mandatário de Paulo Carneiro. Após a aprovação do Conselho Deliberativo, o Leão da Barra pode convocar uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) – ainda sem data definida -, na qual os sócios aptos vão ter a condição de votar contra ou a favor do desligamento efetivo do mandatário.

 

Em síntese, até a data da realização da AGE, o cartola seguirá afastado do cargo, conforme decisão do encontro da noite desta segunda. Segundo o site “ge”, somente dois conselheiros votaram contra a aprovação do documento da Comissão Processante. Por outro lado, 63 presentes votaram a favor da validação, além de nove abstenções.

Ainda assim, com a possibilidade do direito a resposta, Paulo Carneiro não marcou presença no encontro do Conselho Deliberativo do Vitória. Por meio de áudio nas redes sociais, o cartola se manifestou.

“Não vou usar meus 15 minutos, não. Eu não dou ousadia para esses caras. Amanhã (terça-feira) eu vou ouvir o relatório e vou fazer um áudio específico sobre isso. É o Vitória virar S.A, se transformar em um grande clube, como eu sempre sonhei, ou ficar na mão dessas figurinhas. Vocês têm que optar”, destacou o presidente. “Não sei o que foi apresentado no relatório. Sei que tudo está ilegal. O processo é político. Tudo é um jogo. Ilegal. Se eles estão me acusando, eu nego qualquer acusação, porque eu não fiz nada errado. Agora os sócios decidem se querem um futuro comigo ou com eles. Minha história no Vitória fala por mim”, finalizou.

Deixe seu comentário!

1 Trackback / Pingback

  1. Cruzeiro e Atlético-MG comunicam as saídas dos seus treinadores

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*