Cruzeiro e Atlético-MG comunicam as saídas dos seus treinadores

Nesta quarta-feira, os dois clubes mais importante de Minas Gerais perderem seus técnicos

BELO HORIZONTE - MG. CAMPEONATO MINEIRO. Cruzeiro e Atlético decidem, no Mineirão, o título mineiro 2013.

Nesta quarta-feira, os dois clubes mais importante de Minas Gerais perderem seus técnicos por motivos distintos. O Cruzeiro através de nota comunicou que por orientação da nova direção, liderada por Ronaldo Fenômeno, o técnico Vanderlei Luxemburgo não está nos planos do clube para a temporada 2022. Com ele, foram desligados todos os membros da comissão técnica. Luxemburgo comandou o Cruzeiro em 23 partidas, com 8 vitórias, 11 empates e 4 derrotas deixando clube no meado da tabela do Campeonato Brasileiro da Série B.

 

“Para adequar as contas à realidade orçamentária do clube, a diretoria foi orientada a não renovar com a atual comissão técnica. A nova equipe será anunciada nos próximos dias. Em paralelo, outros desligamentos no departamento de futebol estão em curso, diz a nota. Mano Menezes é o nome cotado para ocupar o posto.”

Já o Atlético-MG anunciou o desligamento a pedido do treinador Cuca, atual campeão brasileiro, a contragosto. A saída foi uma decisão pessoal do treinador, depois de reunião virtual ocorrida no final da tarde desta segunda-feira, 27 de dezembro. No encontro, do qual participaram o diretor de futebol Rodrigo Caetano; o presidente Sérgio Coelho; e os 4 R’s (Rubens e Rafael Menin, Ricardo Guimarães e Renato Salvador), o agora ex-treinador alvinegro anunciou a decisão de distratar seu contrato com o Galo, cujo vencimento somente se daria no final de dezembro de 2022.

Cuca alegou motivos pessoais, de ordem familiar, e disse que sua decisão era irretratável, apesar das seguidas tentativas dos dirigentes em demovê-lo e buscar um caminho no qual fosse possível conciliar as questões particulares com o trabalho.

O treinador também afirmou, na mesma reunião, que não iria trabalhar em nenhum outro clube em 2022, para se dedicar unicamente às questões familiares.

O Galo contava com o treinador no seu planejamento para o próximo ano e lamenta a decisão, embora compreenda os motivos alegados. Em nome de toda a diretoria, funcionários e atletas, o Clube agradece pelos serviços prestados e conquistas alcançadas, desejando-lhe sucesso no desenlace de suas questões particulares.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*