Ex-Bahia, meia que atua na Arábia pede doações para vítimas das chuvas

Formado nas categorias de base do Bahia, Filipe Augusto partiu para Portugal em 2012

Nesta segunda-feira, o meia Filipe Augusto utilizou as redes sociais para para chamar atenção à tragédia causada pelas fortes chuvas na Bahia e pedir doações para as vítimas. O jogador, revelado na base do Bahia, é filho de Itambé, no sudoeste da Bahia, e atualmente está na Arábia Saudita, onde defende o Damac FC. Filipe deixou o Esquadrão em 2012 para jogar no futebol português, quando foi contratado pelo Rio Ave. De lá para cá, passou por outros clubes portugueses e da Turquia.

 

A família de Filipe Augusto ainda vive na cidade, que fica na região onde uma barragem se rompeu na última semana. A barragem fica no distrito de Iguá, em Vitória da Conquista, cidade a cerca de 58 km de Itambé. Lá, o rompimento não causou maiores prejuízos pois os moradores já haviam sido avisados do risco, segundo a prefeitura.

O interior da Bahia tem sofrido com a chuva desde o começo de dezembro; 72 cidades estão em situação de emergência. Até agora, foram registradas 20 mortes em decorrência das fortes chuvas que atingiram o sudoeste, sul e extremo sul. Em todo o estado, mais de 430 mil pessoas foram afetadas pelo temporal.

“Hoje quero compartilhar um pouco do sentimento de tudo que tem acontecido na Bahia, no meu estado, minha região, na cidade onde nasci e cresci. Itambé. Onde muitas pessoas perderam tudo por causa das fortes chuvas, das enchentes. Hoje venho fazer esse vídeo para pedir ajuda a todas as pessoas que podem ajudar de alguma forma, seja com alimentos, materiais, roupas… Tudo que sentirem no coração”, diz o jogador.

“Porque, muitas vezes, pensamos em ajudar só quando temos muito. Mas hoje a situação é que as pessoas não têm nada. Então qualquer pequena ajuda é muito bem-vinda”, completou.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*