Alan Santos prega convicção no acesso do Vitória: “Nunca imaginei continuar na Série C”

Volante do Leão da Barra atuou em 13 jogos neste ano, mas está ausente dos gramados desde o dia 22 de maio, quando venceu o Confiança por 3 a 0

Foto: Pietro Carpi / EC Vitória / Divulgação

O Esporte Clube Vitória teve dificuldades agudas nas últimas temporadas para encontrar uma dupla de zaga ideal. No entanto, neste ano, o clube identificou algumas opções no elenco. Uma delas foi a improvisação de Alan Santos, volante de origem, e deslocado em algumas rodadas da Série C do Campeonato Brasileiro. Com sete rodadas para encerrar a primeira fase da competição, o meio-campista, de 31 anos de idade, está confiante na evolução do Leão da Barra após a mudança no comando técnico da equipe, com a contratação de João Burse. O depoimento do meia contou com a citação do aporte teórico, como um trecho da Bíblia e uma história com Charlie Chaplin.

 

“A gente sempre visualiza o acesso. Tem um versículo que fala: “Esquecendo-me das coisas que para trás ficam, prossigo para o alvo”. Meu alvo é o Vitória na Série B. Nunca imaginei o Vitória continuar na Série C. Trabalho e busco por isso. A gente tem comentado no vestiário em focar sempre no próximo jogo. Comentei com alguns para frisar no que acredita. Então, a gente continua trabalhando. Comentei um fato do Charlie Chaplin que se inscreveu em uma competição de sósias de Charlie Chaplin. E ele ficou em terceiro lugar. A conclusão que tirei é que se a gente depender da opinião dos outros, de fora, a gente não serve nem para ser a gente mesmo. A gente tem que focar no que acredita e buscar para conseguir o objetivo que é o acesso. É claro que estamos em uma posição ruim, a gente tem confronto direto com quem está em cima. Mas nada que vem de fora pode afetar a nossa convicção”, analisou Alan Santos, em entrevista coletiva cedida nesta terça-feira (28).

Há quatro rodadas de jejum de triunfos, o Rubro-Negro Baiano precisa superar o desempenho de 33,3%, cujo qual abrange três vitórias, três empates e seis derrotas. Atualmente, o time está na 16ª posição, com 12 pontos conquistados em 36 possíveis.

“A torcida do Vitória tem feito o seu papel. Que continue acreditando enquanto tem possibilidade. Pintou um bordão depois daquele fato do Barcelona. Enquanto tem 1% de chance, a gente tem que ter fé. 99% pode falar que não vai dar certo. A gente tem que acreditar. Peço que a torcida venha junto conosco, fazer a pressão que sempre fazem. Mas que a gente vai sair dessa. É a minha convicção. É por isso que trabalho e visto a camisa do Vitória”, comentou o volante.

Ausente desde o dia 24 de maio, Alan Santos pode retornar à equipe no próximo sábado (2), às 19h, no Estádio Manoel Barradas (Barradão). O confronto acontece pela 13ª rodada da Terceirona.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*