Após bloqueio judiciário, Bahia chega a acordo por dívidas trabalhistas

O Tricolor Baiano vai precisar endereçar 50% do dinheiro arrecadado com a passagem em cada fase na Copa do Brasil.

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

As contas do Bahia foram bloqueadas pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT-BA) no último dia 12 por causa da ausência do pagamento de dívidas em acordo trabalhista realizado no ano passada. Em função dessa situação, uma nova audiência aconteceu no órgão e o Esquadrão de Aço fechou um novo acordo para voltar a fazer os pagamentos.

 

A reportagem entrou em contato com o Tricolor Baiano que garantiu ter feito um novo acordo com adequação “à realidade financeira atual” do clube. “O Esporte Clube Bahia informa a realização de um novo acordo trabalhista, resolvendo a questão do passado, sem bloqueio nas contas tricolores nem incidência de qualquer multa, e repactuando os valores de maneira adequada à realidade financeira atual do Esquadrão”, destaca o comunicado.

O Tricolor Baiano vai precisar endereçar 50% do dinheiro arrecadado com a passagem em cada fase na Copa do Brasil. O valor projetado é de R$ 2.700.000,00. Do contrário, uma vez que esse valor não seja obtido mediante o avanço no torneio, o Bahia assegurou o comprometimento em transferir metade do valor líquido da venda de jogadores. A projeção é de chegar ao valor de R$ 1.750.000,00.

Outro detalhe trata-se da citação a possível transformação da agremiação em Sociedade Anônima de Futebol (SAF). Por fim, caso o acordo esteja em fase de desenvolvimento e a efetivação da transformação seja validada, o Esquadrão deverá ajustar com o investidor o pagamento total do débito trabalhista no prazo de 12 meses.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*