Descoberto na Copa Tricolor, atacante chama atenção na base do Bahia

Wendel "Canela" vem chamando muita atenção nos treinamentos e amistosos da categoria sub-17

No final do ano passado, o Departamento de Captação do Esporte Clube Bahia realizou a “Copa Tricolor”, que contou com a participação de projetos e escolinhas de futebol de Salvador e RMS. Descoberto na competição, onde se destacou sendo artilheiro, o atacante Wendel “Canela” vem chamando muita atenção nos treinamentos e amistosos da categoria sub-17, que se prepara para disputa do Baiano, Brasileiro e Copa do Brasil da categoria. Nascido no ano de 2005, o jovem é oriundo da escolinha ADVA, de Camaçari e se diz ansioso em poder fazer sua primeira partida oficial pela base tricolor.

 

“Tenho trabalhado duro nos treinamentos e agora espero a oportunidade de fazer a estreia oficial. Estou ansioso e muito feliz em fazer parte do Bahia. Espero escrever meu nome na história desse gigante”, afirmou o atleta.

Presidente da ADVA, Cézar Roberto falou um um pouco sobre a história do atacante. “Wendel Canela é um atleta revelado pela ADVA há 3 anos. Morador da cidade de Camaçari que em pouco tempo já teve algumas oportunidades em alguns clubes brasileiros com o acompanhamento da ADVA. Foi artilheiro da Copa Tricolor e graças a Deus foi captado para integrar as divisões de base desse gigante que é o Bahia”.

Técnico da categoria sub-17, Rogério Ferreira falou um pouco sobre o desempenho do jovem nesse período de pré-temporada e ressaltou a importância da captação de atletas em competições como a Copa Tricolor.

“Wendel é um menino extremamente talentoso, como perfil muito legal para atacante. Ele é muito alto, hábil, veloz, tem um repertório de dribles muito grande, boa relação com o gol, muito trabalhador, muito educado… A importância dessas competições fica evidenciada com a captação de um jogador como ele. A Bahia é uma fonte monstruosa de talentos. Quanto mais competições como essas acontecerem, melhor para a gente conseguir trazer. Deve ter muito bom jogador espalhado por aí. A gente passa nas praias e já vi muita qualidade. É muito jogador que começa em projetos com o talento bruto e o nosso papel é trazer para o clube e lapidar”, afirmou.

Realizada entre setembro e novembro de 2021, a Copa Tricolor contou com a participação de 72 equipes, sendo 36 na categoria sub-14 e 36 na sub-16. No total, mais de 2.160 atletas foram avaliados durante o torneio. Neste ano de 2022, a competição será realizada em duas etapas, visando que os captadores possam observar ainda mais de perto o máximo de atletas possível. A primeira etapa deve acontecer ainda no primeiro semestre, voltada para a categoria sub-16, enquanto a segunda, focada no sub-14, deve acontecer no segundo semestre.

 

Deixe seu comentário!

1 Comentário

1 Trackback / Pingback

  1. Além de colombiano, Vitória tem acerto com outros três jogadores

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*