Departamento Social do Bahia realiza palestra de combate a Violência e Exploração Sexual

A assistente social do Esquadrão de Aço, Adnaildes Santos ressalta o papel do Serviço Social

Na última quinta-feira, o Departamento Social do Esporte Clube Bahia realizou uma palestra com os pais e responsáveis dos atletas dos Núcleos de Iniciação sobre “Violência e Exploração Sexual Infanto-Juvenil”. De acordo com o clube, o evento, realizado no auditório do Fazendão, contou com as presenças da secretária Municipal de Política para Mulheres, Criança e Juventude (SPMJ), Fernanda Lordêlo, e da coordenadora da Infância, Adolescência e Juventude, Dinsjani Pereira.

 

“A Campanha Maio Laranja está realizando diversas ações para conscientizar a sociedade para a importância do tema, e esta ação no Fazendão é uma dessas. Um momento para informar as famílias, orientar, dialogar, mobilizar e principalmente alertar todas e todos. É importante ver clubes de futebol interessados na temática e nos apoiando nesta luta para que as nossas crianças e adolescentes não tenham os seus direitos violados”, explicou Fernanda Lordêlo.

Já a coordenadora Dinsjani Pereira afirmou: “A formação para pais/responsáveis de crianças e/ou jovens sobre a temática de combate ao abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes é muito importante. É o canal de orientação, cuidado e atenção. O ciclo de violência deve ser quebrado e todos nós fazemos parte da Rede de Proteção”.

A assistente social do Esquadrão de Aço, Adnaildes Santos ressalta o papel do Serviço Social no sistema de garantias de direitos. “A nossa perspectiva é a de promover a cidadania e integridade das nossas crianças e adolescentes como sujeitos de direitos e que detém proteção integral e sócio jurídica. Através de escuta técnica qualificada, realizamos acolhimento, e podemos salvar muitas crianças, vítimas do abuso e violência sexual”, declarou.

O coordenador da Iniciação tricolor, Daniel Brugni, também falou sobre a importância das ações do Departamento Social. “Essas palestras para as famílias são essenciais no nosso processo de formação. Os pais precisam estar sempre atentos para estas questões e o nosso departamento social faz muito bem em abordar este tema, pois sabemos que infelizmente é uma realidade”.

“Temas como este precisam ser debatidos a todo tempo e aproveitamos o Maio Laranja para reforçar o cuidado e olhar atento também aos jovens atletas que buscam o sonho do futebol. Um ato efetivado traz danos irreparáveis no desenvolvimento cognitivo, e consequências de ordem social e psicológica que podem perdurar por toda vida”, relata a coordenadora Psicossocial do Esporte Clube Bahia, Aline Castro.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*