Zagueiro do Bahia admite ansiedade para jogar na Fonte Nova

Ao todo, entre principal e Transição, foram 20 jogadores indisponíveis para o primeiro jogo

Foto: Divulgação/ EC Bahia

Nesta terça-feira, o zagueiro Guilherme foi o alvo da entrevista no CT Evaristo de Macedo, antes do último treinamento do time de transição visando o duelo contra o Unirb, nesta quarta-feira, às 19h15, na Arena Fonte Nova. Com os desfalques de Ligger e Felipe Torres, o jovem Guilherme ganhou uma chance e atuou do lado esquerdo da defesa, além de ter um volante improvisado como companheiro no setor.

 

“Jogar do lado esquerdo não foi novidade. Em outros clubes atuei assim. Joguei com Miqueas em outro jogo pelo sub-20 e conversamos bem antes da partida”.

Ao todo, entre principal e Transição, foram 20 jogadores indisponíveis para o primeiro jogo da temporada de 2022. Apesar do alto número, e mudanças na equipe que fez amistosos, o zagueiro Guilherme viu o Bahia muito bem postado na estreia contra o Bahia de Feira.

“Acho que o time foi muito bem, correu atrás do resultado e até teve chance de virar. Cometemos erros de finalizações, mas mostramos que estávamos bem preparados”.

Guilherme também admitiu ansiedade para jogar na Fonte Nova. “Ansioso demais. É um sonho jogar na Fonte Nova. Espero que eu faça uma boa partida, que o time todo faça uma boa partida porque a torcida merece”.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*