Bamor é suspensa por 60 dias e volta a criticar diretoria do Bahia

Ainda na nota, a Bamor ampliou as críticas à administração do presidente Guilherme Bellintani

Após a manifestação dentro do CT Evaristo de Macedo no último dia 8 de janeiro, a Torcida Organizada Bamor comunicou na última terça-feira (18), em nota oficial nas redes sociais, a suspensão do grupo de torcedores dos estádios por dois meses. A decisão aconteceu pelo Batalhão Especializado em Policiamento de Eventos (Bepe).

 

Ainda na nota, a Bamor ampliou as críticas à administração do presidente Guilherme Bellintani acompanhada pelo vice Vitor Ferraz.

“Nossa inquietação só acabará quando expurgarmos do nosso clube todos incompetentes e fracassados que gerem a nossa maior paixão, o Esporte Clube Bahia.”

VEJA A NOTA NA ÍNTEGRA

Em audiência realizada hoje na sede do BEPE, seguindo as imposições existentes no Termo de Ajuste de Conduta, ficou decidido a punição da Torcida Organizada Bamor nos próximos 60 dias. Sendo assim, estamos impedidos de comparecer aos eventos esportivos. Além disso ficou imposta a realização de uma ação social (faremos duas).

Assim à Diretoria informa aos nossos integrantes que entre 19 de Janeiro de 2022 a 19 de Março de 2022, em respeito a decisão emitida pelo Comandante do BEPE, fica proibido o uso de qualquer material da nossa instituição nas praças esportivas. A proibição perpassa pela NÃO presença da bateria, camisas, bandeiras e faixas da Torcida Bamor em jogos do Esporte Clube Bahia.

Chama atenção que a Diretoria do Esporte Clube Bahia que “prega a democracia” e defende a diversidade, não sabe lidar com cobranças acerca da péssima gestão a frente do clube, o que culminou no rebaixamento, após diversos insucessos da má gestão.

Covardemente sequer os Dirigentes registraram o boletim de ocorrência, coagindo um funcionário a registrar o B.O (onde em nenhum momento a instituição é citada), pois sabem que nosso protesto além de acertivo, é democrático e que não houve invasão ao CT Evaristo de Macedo como a diretoria do clube disseminou na imprensa.

Informamos ainda que nossa inquietação só acabará quando expurgarmos do nosso clube todos INCOMPETENTES e FRACASSADOS que gerem a nossa maior paixão, o ESPORTE CLUBE BAHIA.

Cabe também salientar que os incompetentes que dirigem o nosso clube sequer pensaram no dano que a referida punição trará ao clube dentro das 4 linhas. Guilherme Bellintanni e companhia fizeram questão de influir na retirada do pulmão das arquibancadas, provavelmente esquecidos de quantos jogos o Bahia já ganhou com a nossa participação. Para vocês todo nosso desprezo. Podem tentar a sorte, o trabalho continuará sendo feito e o IMPEACHMENT de vocês é certo. Não brinquem com a nossa paixão!

Deixe seu comentário!

1 Comentário

1 Trackback / Pingback

  1. Robinho é condenado em última instância por violência sexual

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*