Ex-Bahia, goleiro Jean é expulso por gesto à torcida rival em final no Paraguai

em dezembro de 2019, Jean chegou a ser preso nos Estados Unidos após sua então esposa

Revelado pelo Esporte Clube Bahia e negociado pelo São Paulo ao Cerro Porteño, do Paraguai, o goleiro Jean se envolveu em uma confusão neste domingo, durante a final da Supercopa do Paraguai, entre o Cerro e Olímpia. O arqueiro foi expulso antes da bola rolar, durante aquecimento, por fazer um gesto à torcida rival. O VAR captou o lance e chamou o árbitro de campo, Éber Aquino, para analisar as imagens. O juiz decidiu expulsar o jogador.

 

No lance, o goleiro aparece fazendo um gesto de “vapo” (como ficou conhecido no futebol brasileiro) para a arquibancada onde estava a torcida organizada do Olímpia. Pouco depois, alguns jogadores do Cerro Porteño tentam acalmar os ânimos do goleiro, que se destacou na campanha do time que terminou com o título do Campeonato Paraguaio, conquistado no último dia 5. O clube encaminhou a compra do brasileiro por 1,1 milhão de dólares (cerca de R$ 6,2 milhões).

Jean foi emprestado pelo São Paulo ao Cerro Porteño no início do ano, após boa passagem pelo Atlético-GO. Em dezembro de 2019, Jean chegou a ser preso nos Estados Unidos após sua então esposa, Milena Bemfica, o acusar de agressão. Na época, eles passavam férias em Orlando com as duas filhas.

Deixe seu comentário!

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*