“Surreal o que a gente vive no Vitória”, diz goleiro Dalton

Goleiro tem sido uma das principais peças do Leão da Barra na batalha de retornar à Segundona

Foto: EC Vitória / Divulgação

A atual fase do Esporte Clube Vitória passou por cima de dados matemáticos, dúvidas e vários questionamentos sobre a temporada 2022. No entanto, o clube tem protagonizado jogos de emoção durante o quadrangular final da Série C do Brasileirão, assim como na primeira fase. No último domingo (19), o time conquistou um triunfo por 1 a 0 sobre o Figueirense que o deixa capaz de retornar à Segundona na rodada decisiva.

 

O Leão da Barra está a um triunfo do acesso e, o desempenho, tem como causa o rendimento do goleiro Dalton. Desde que assumiu a titularidade, ele realizou defesas importantes. Questionado sobre sua fase, o arqueiro destacou que o coletivo prevalece em comparação com o individual.

“Só faço o meu melhor, não jogo sozinho, tenho a ajuda dos meus companheiros. Jogamos em 11, substituem cinco, são 16, concentram 23, às vezes 24, jogamos para 37, o nosso grupo, mais funcionários, torcida, diretoria… O clube depende de nós. Sempre o ‘nós’, nunca o ‘eu'”, disse. 

“Surreal o que a gente vive no Vitória. Temos que agradecer a Deus, ele nos proporciona isso. Fizemos nosso melhor durante as partidas, nos treinamentos, e é assim que vai ser até o final, com muita luta até o final. Com um homem a menos, com dois a menos. O sonho permanece vivo. Falta pouco, mas, ao mesmo tempo, falta muito. Temos mais uma batalha”, disse.

Com o resultado sobre o time catarinense, o Rubro-Negro Baiano precisa apenas vencer o Paysandu, no próximo sábado (25), às 17h, no estádio Curuzu, em Belém (PA). Até o momento, o time está na vice-liderança do Grupo C, com oito pontos somados.

Autor(a)

Pedro Moraes

Jornalista, formado pela Universidade Salvador (Unifacs). Possui passagens em vários ramos da comunicação, com destaques para impresso, sites e agências de Salvador e São Paulo. Contato: [email protected]

Deixe seu comentário