Campeão mundial de jiu-jitsu é morto com tiro na cabeça durante festa

Lo foi levado ao Hospital Municipal Dr. Arthur Ribeiro de Saboya, mas não resistiu.

Foto - Beatriz Lina/Reprodução

Na madrugada do último sábado, um dos maiores nomes da história do jiu-jitsu, o campeão mundial de jiu-jitsu, Leandro Lo, foi assassinado com um tiro na cabeça durante uma festa no Clube Sírio, em São Paulo. Ele foi levado ao Hospital Municipal Dr. Arthur Ribeiro de Saboya, mas não resistiu. O autor do disparo foi o policial militar Henrique Otávio Oliveira Velozo, segundo boletim de ocorrência, informou o portal Combate. O PM foi identificado, mas está foragido.

 

“Preliminarmente, trata-se de ocorrência envolvendo o multicampeão mundial de jiu-jítsu Leandro Ló Pereira do Nascimento e o policial Militar Henrique Otávio Oliveira Velozo. Conforme relatam as testemunhas, o policial Henrique, após breve discussão, se dirigiu à mesa da vítima Leandro, pegando uma garrafa da mesa, em ato contínuo a vítima se levantou, tirou a garrafa da mão do autor e, em golpe de luta, o derrubou e imobilizou. Neste momento, colegas da vítima separaram ambos e pediram ‘para deixar isso quieto’. O autor, após se levantar, deu a volta na mesa e, de fronte a vítima, sacou sua arma e desferiu disparo, o qual atingiu a região frontal da cabeça da vítima (testa, lado esquerdo). Vítima encontra-se em estado gravíssimo no Hospital Municial Dr. Arthur Ribeiro de Saboya”, diz boletim ainda antes da confirmação da morte cerebral do atleta.

Leandro Lo, de 33 anos, conquistou oito Mundiais de jiu-jítsu, cinco Copas do Mundo, oito Pan-Americanos, entre outros títulos.

Deixe seu comentário

Autor(a)

07/08/2022 às 12h52

Fellipe Costa

Redator e Administrador do Futebol Bahiano. Contato: [email protected]