Neymar irá a julgamento por possível corrupção um mês antes da Copa

Meia-atacante do Paris Saint-Germain deve encarar mais uma disputa jurídica na carreira

Longe do Barcelona há pouco menos de cinco anos, Neymar segue ligado ao ex-clube, pelo menos via judicial. O meia-atacante do Paris Saint-Germain vai ser julgado por suposta corrupção em seu vínculo contratual com os Culés, de acordo com o El País. A ação no Tribunal de Barcelona deve ter início no dia 17 de outubro, período a um mês antes da Copa do Mundo do Qatar.

 

Ainda segundo a publicação, a promotoria solicita dois anos de prisão para o brasileiro. No processo, o Barça atua como pessoa jurídica, e o Ministério Público cobra o pagamento de R$ 45 milhões. Outras cinco pessoas, além do atleta brasileiro, serão julgadas, sendo elas: Neymar pai e Nadine Gonçalves, dois ex-presidentes da equipe espanhola, Sandro Rosell e Josep Maria Bartomeu, e um ex-diretor do Santos.

Ao todo, sete sessões vão ocorrer até o dia 31 de outubro no julgamento. Já o Mundial tem previsão para começar em 21 de novembro, com a decisão agendada para 18 de dezembro. Situado no Grupo G, o Brasil largará no torneio no dia 24, frente a Sérvia.

A razão do julgamento leva em consideração uma denúncia apresentada em 2015 pela DIS, empresa brasileira que alega ter contraído prejuízo no processo de contratação de Neymar pelo Barça. Desde 2019, a organização possuía 40% dos direitos do jogador quando ele ainda jogava pelo Santos, onde foi relevado. Agora, ela pede uma indenização acima de R$ 800 milhões por ter sido enganada na venda.

Deixe seu comentário

Autor(a)

27/07/2022 às 21h30

Pedro Moraes

Jornalista, formado pela Universidade Salvador (Unifacs). Possui passagens em vários ramos da comunicação, com destaques para impresso, sites e agências de Salvador e São Paulo. Contato: [email protected]

1 Trackback / Pingback

  1. Investigação sobre transferência de Neymar para o Barcelona é suspensa pelo TRF

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*