Após títulos seguidos, Paulinho celebra momento: “Não tem explicação”

Lateral-direito do Atlético de Alagoinhas soma títulos importantes pelo Carcará e pelo Barcelona de Ilhéus

O Atlético de Alagoinhas faturou pela segunda vez seguida o Campeonato Baiano, na noite do último domingo (10). No elenco, um jogador conquistou pela terceira oportunidade o título do estadual. Responsável pela lateral-direita do Carcará, Paulinho faturou a taça da Série A do Baianão pelo atual time no ano passado tal qual o troféu da Segunda Divisão, com a camisa do Barcelona de Ilhéus. Dessa maneira, o marco na atual temporada saiu de um importante gol na decisão sobre o Jacuipense. Na partida de ida, ele balançou as redes adversárias na vitória por 2 a 0.

 

“É gratificante a alegria. Chegar três vezes numa final, buscar o bicampeonato com um time do interior, porque a gente sabe o que passamos. É muito sofrido, chegar na final por três anos consecutivos. Fui campeão no ano passado pelo Atlético, desci para jogar no Barcelona em, graças a Deus, fui campeão também. Agora retorno ao Atlético campeão. É uma alegria imensa, não tem explicação”, celebrou Paulinho, em entrevista à TVE Bahia.

Aos 32 anos, o experiente defensor enfrentou momentos delicados nesta temporada. Para ser titular na decisão, ele superou um problema no músculo adutor da coxa durante a última semana.

“Só Deus sabe as dores que estou sentindo. Estou com uma dor no adutor que vinha tratando durante a semana. Teve uma jogada no meio-campo que o cara caiu em cima do meu joelho, mas é futebol. Falei que não ia sair, iria até o final e Deus me coroou com um gol no final. Estou muito feliz”, acrescentou.

Paulinho esteve também na conquista do vice-campeonato do estadual em 2020.

Deixe seu comentário!