Após pressão, CBF quer retomar debate sobre Fair Play Financeiro em 2022

De acordo com Rodrigo Mattos, em seu blog no site Uol Esporte, discussão pode efetiar implementação dos mecanismos de controle de gastos dos clubes na próxima temporada

Com o encerramento da temporada 2021, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) já iniciou o planejamento de debates para melhorar o desempenho do desporto local no próximo ano. Segundo o jornalista Rodrigo Mattos, em seu blog no site Uol Esporte, a entidade máxima do futebol nacional deve colocar em pauta nas reuniões de 2022 a implementação do Fair Play Financeiro. Pensando pela CBF em 2019, o plano visa a utilização de mecanismos de controle de gastos dos times.

 

Programado para ser posto em prática nos últimos anos, o projeto teve a aplicação repensada devido a pandemia do coronavírus, no entanto, em 2022, a ideia é que seja efetivado em definitivo com as regras, sobretudo com punições aos clubes que infringirem as normas financeiras estipuladas pela CBF. Ainda assim, o Fair Play Financeiro divide opiniões entre os clubes brasileiros, já que há equipes favoráveis à aplicação das regras financeiras e outras contrárias, além dos times que solicitam um novo adiamento para adequar seus orçamentos às regulamentações.

“É uma retomada de cronograma. Por sugestão dos clubes, ficou para 2022”, pontuou Reynaldo Buzzoni, diretor de registro, transferências e licenciamento da CBF.

A entidade almeja decretar punições somente aos clubes que não encaminharem seus orçamentos para análise

“Tem questão de punição. Se os clubes não apresentarem o plano de trabalho, por não estar no parâmetro, ele vai ser punido. Vai sofrer uma sanção. Tem que apresentar um plano de trabalho. Não vai resolver em um ano. Tem quer ser um plano bem estruturado e que não seja fictício. Sanção vai de advertência à proibição de contratar”, explicou o diretor da entidade.

Deixe seu comentário!

1 Trackback / Pingback

  1. Além de Conti, América-MG busca contratação de Índio Ramírez

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*