Guto fala sobre situação de Rodallega, cobranças e contrato curto

Guilherme Bellintani afirmou que vai anunciar em breve o que houve com o centroavante

A ausência do atacante Rodallega no jogo contra o Corinthians se tornou um grande mistério. Ao divulgar a escalação, o clube informou apenas que o jogador foi vetado pelo departamento médico, sem revelar o motivo da lesão. Após muitos rumores, o presidente Guilherme Bellintani afirmou que vai anunciar em breve o que houve com o centroavante, mas adiantou que a questão médica foi ocorrida fora do clube, portanto, está preservando o atleta. Na primeira entrevista nesse seu retorno ao Tricolor, o técnico Guto Ferreira falou sobre o assunto.

 

“Ainda está dentro da responsabilidade do clube. À medida que o clube passe para o torcedor e imprensa, também vai chegar até nós para tomar as providências. É um grande jogador.”, disse Guto sobre o colombiano.

Guto também comentou sobre as cobranças no clube em meio a um momento complicado. “Grupo vencedor não transfere responsabilidades, internamente assume responsabilidade e respeita regras do grupo. É momento de fechamento interno para que a força de todos juntos possa reverter essa situação, retomar caminho das vitórias. Na hora que perde, perde todo mundo. Quando ganha, ganha todo mundo. É momento de não ter vaidade.”

Um fato que chamou a atenção no retorno do treinador foi o tempo de contrato: apenas dois meses, até o fim do Campeonato Brasileiro. Questionado sobre o assunto, Guto explicou que o pedido partiu dele e apresentou a justificativa.

“Pedido meu, porque, em outros clubes, neste mesmo momento, nesta mesma situação, acabou que, no final, fica aquele compromisso. E as pessoas, às vezes, não estão contentes. No final, vamos ver quem está contente e quem não está. O mais importante é que nós vamos pensar só nesse momento e no foco para o trabalho ser vencedor. A gente sempre que passou obteve resultados importantes. E o Bahia é gigante. Então não tem como dizer não para o Bahia.”, contou.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*