Bahia abre conversa para tentar repatriar o centroavante Fernandão

O jogador atualmente joga no Al-Wehda, da Arábia

Neste domingo (13), uma notícia movimentou as redes sociais e deixou a torcida do Bahia eufórica. Segundo informações do Jornal Correio, o Esquadrão abriu negociações para repatriar o centroavante Fernandão, que tem bastante identificação com o clube e é tratado como ídolo pela nação tricolor, diga-se, sempre foi um sonho de consumo da antiga diretoria, porém, a questão financeira sempre dificultou o negócio. O Cruzeiro também tentou contratá-lo, mas sem sucesso.

Ainda segundo o portal, o jogador, hoje com 31 anos, deseja retornar ao Brasil e a prioridade é o Tricolor Baiano. Fernandão atua no exterior desde 2013 quando deixou o Bahia e foi vendido pelo Atlético-PR ao Bursaspor, da Turquia, mas atualmente defende o Al-Wehda, da Arábia Saudita, onde disputou apenas 14 jogos (9 como titular) e marcou dois gols, e tem contrato até junho de 2020. Na Turquia, além do Bursaspor, ele também jogou no Fenerbahçe por três temporadas.

Fernandão defendeu o Bahia em 2013, emprestado pelo Atlético-PR, com uma passagem rápida de pouco menos de um ano. Chegou em abril e logo caiu nas graças da torcida com gols e muita vontade dentro de campo. No total, foram 41 partidas e 18 gols, 15 deles no Brasileiro da Série A em que esteve em campo 34 vezes. Naquela temporada, o Tricolor terminou na 12ª colocação com 48 pontos. O atleta sempre publica fotos e vídeos no seu Instagram acompanhando jogos do tricolor, além de ir à Fonte Nova quando está de férias.



Além de Fernandão, outros brasileiros atuam no Al-Wehda, casos do volante Anselmo, ex-Sport, e o atacante Marcos Guilherme, ex-São Paulo. O time era treinado pelo técnico Fábio Carille, responsável por levar os brasileiros para lá, no entanto, o treinador demorou muito tempo e pediu para deixar o clube, retornando ao Corinthians no final de 2018.

VEJA TAMBÉM:

Deixe seu comentário

2 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*