CBF pretende cobrar empresa por cancelamento de clássico contra a Argentina

Entidade máxima do futebol brasileiro busca cobrar o valor de R$ 7,2 milhões na cotação atual pela ausência da partida, que aconteceria no dia 11 de junho, na Austrália

Jogo foi paralisado aos cinco minutos de jogo e acabou suspenso. CBF criticou a Anvisa SEBASTIÃO MOREIRA/EFE/05-09-21

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) vai cobrar da Pitch, empresa inglesa que possui vínculo contratual para organização de amistosos, o valor de US$ 1,5 milhão (cerca de R$ 7,2 milhões na cotação atual). A razão é a falta de realização da partida amistosa contra a Argentina. O jogo estava agendado para ocorrer no dia 11 junho, na Austrália.

 

Antes do cancelamento do confronto, a partida foi anunciada oficialmente pelos australianos que, inclusive, iniciaram a venda de ingressos. Posteriormente, no dia 11 de maio, quando ocorreu a convocação da Seleção Brasileira para os amistosos de junho, o duelo foi cancelado.

Por causa do cancelamento do embate, o Brasil vai ter somente dois amistosos na janela de junho. O primeiro será no dia 2, contra a Coreia do Sul, em Seul, e o último diante do Japão, quatro dias depois, em Tóquio. No dia posterior, os atletas vão ser dispensados, ainda que o período para que os clubes cedam os jogadores para as seleções nacionais esteja fechado.

Deixe seu comentário!

1 Trackback / Pingback

  1. Série C: Campinense empata com o Botafogo-PB antes de enfrentar o Vitória

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*