Ednaldo afirma que CBF recusou mudança do local de Londrina x Vasco

"A CBF não permitiu essa partida acontecer em outro local porque não tinha elementos palpáveis"

A possibilidade na mudança do local da partida entre Londrina e Vasco foi motivo de nova reclamação de Bahia e Sport, que estudavam até uma ação no STJD caso a alteração fosse confirmada. Recentemente, a CBF aceitou o pedido para mudança do jogo Guarani x Vasco, que aconteceu na Arena da Amazônia, em Manaus. Contudo, o presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Ednaldo Rodrigues, afirmou que a entidade não permitiu a mudança do duelo entre Londrina e Vasco para Cariacica, no Espírito Santo. Desta forma, o jogo será confirmado para o Estádio do Café, em Londrina (PR).

 

“A CBF não permitiu essa partida acontecer em outro local porque não tinha elementos palpáveis para mudança”, disse Ednaldo, em relação ao jogo Londrina x Vasco.

O presidente da CBF explicou porque a entidade permitiu, por outro lado, a mudança de local no jogo entre Guarani e Vasco. As equipes se enfrentaram em Manaus, com mando do Bugre e 30 mil torcedores vascaínos no estádio.

“Respeitamos todo posicionamento de filiados e de qualquer pessoa. Agora tem que verificar o que é o conceito de inversão de mando de campo. Tem que ficar claro, se tem proibição de regulamento geral e específico. O básico é: o que não é proibido é permitido. O Guarani não tem mando de campo em Manaus, mas foi problema de gramado, como eles disseram e também teve a anuência da Federação Paulista de Futebol, da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro. Os dois clubes queriam, então não vi inversão de mando de campo. Creio que existe quando tem jogo de ida e volta acontece com mesmo mando de campo. Porém esses casos estão sendo analisados com a presidência para ficarem bem claro. Esse desconforto não pode continuar”, pontuou.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*