Árabes dificultam negociação e Arthur Caíke não deve seguir no Bahia

Arthur Caíke tem contrato com o Bahia até o final de junho

Foto - Felipe Oliveira / EC Bahia

Com contrato de empréstimo encerrando no dia 30 de junho, o atacante Arthur Caíke está próximo de se despedir do Esporte Clube Bahia. A cúpula tricolor segue negociando com o Al-Shabab, da Arábia Saudita, no entanto, encontra dificuldades em chegar num acordo para estender o empréstimo do jogador. O empresário do atleta, Edson Neto, confirmou a informação. Segundo ele, o clube árabe não está facilitando muito a negociação. Recentemente, o presidente Guilherme Bellintani afirmou que só vai renovar com o atacante caso as condições financeiras sejam aceitáveis para o Bahia. Mas se ficar caro, não terá negócio. Arthur Caíke é quase um 12º jogador, e soma 54 jogos e 9 gols marcados.

 

“O presidente Guilherme Bellintani e o diretor de futebol, Diego Cerri, seguem tentando fazer de tudo pela permanência do atleta, mas por conta da pandemia eles não podem comprometer orçamento do EC Bahia e o clube árabe não está facilitando muito a negociação, com isso grande chance e não ter acordo” disse o empresário Edson Neto.

Natural de Barbalha (CE), Arthur Caíke do Nascimento Cruz foi revelado pelo Iraty e acumula passagens por Paraná, Coritiba, Londrina e Flamengo. Se destacou no Santa Cruz, em 2016, quando eliminou o Bahia na semifinal da Copa do Nordeste e levantou a taça regional, assim como o Pernambucano. Ele também foi um dos destaques da Série B de 2014, pelo Atlético Goianiense, terminando a competição entre os cinco maiores artilheiros do campeonato, com 12 gols. Chegou ao futebol árabe em agosto de 2018 e, até janeiro de 2019, marcou 6 gols em 15 jogos. A transferência internacional aconteceu após ser um dos principais nomes da Chapecoense por uma temporada e meia, com título catarinense e vaga à Taça Libertadores, em 2017.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*