Bahia vence Brasiliense e dá adeus ao rebaixamento

Depois de três derrotas consecutivas, o Bahia venceu o Brasiliense por 1 a 0 nesta sexta-feira, em partida realizada em Feira de Santana válida pela 34º rodada da Série B.

O time tricolor chegou aos 45 pontos, subiu para a 11º colocação e precisa somar mais três pontos para acabar com qualquer risco de rebaixamento. O time do Distrito Federal permaneceu com 43 pontos e caiu para a 12º posição.

O Bahia volta a campo na próxima terça-feira, às 20h30 (19h30 na Bahia), para enfrentar a Ponte Preta no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. No mesmo dia, porém uma hora mais cedo, o Brasiliense pega o Avaí no Estádio da Ressacada, em Florianópolis.

O carro que trazia o trio de arbitragem quebrou na BR 324, que liga Salvador à cidade de Feira de Santana, provocando um atraso de 23 minutos para o começo do jogo.

A partida começou bastante truncada e passados 10 minutos, as equipes ainda não haviam colocado os respectivos goleiros para trabalhar. Aos 17min surgiu a primeira chance de gol. Ávine cruzou pela esquerda, mas o atacante Marcelo Ramos tentou interceptar a bola de carrinho e a zaga do Brasiliense se safou do perigo.

O Brasiliense resolveu testar o goleiro Fabiano aos 23min com o chute de fora da área de Adrianinho, mas o arqueiro tricolor defendeu com tranqüilidade. O jogo seguiu num ritmo lento com as duas equipes errando muitos passes e os goleiros exercendo papel de mero expectadores.

O Brasiliense chegou bem aos 37min. Depois da triangulação, Coquinho invadiu a área e chutou, mas Fabiano espalmou para escanteio. O time do Distrito Federal apareceu mais uma vez aos 41min com Diogo, que chutou forte de dento da área e Fabiano fez mais uma bela defesa.

O Bahia respondeu aos 43min. Ávine cruzou para Marcelo Ramos que cabeceou livre para fora, desperdiçando uma ótima oportunidade para abrir o placar. Mas aos 45min, porém, Marcelo Ramos recebeu lançamento, segurou a bola e tocou para a passagem do meia Caio, que driblou o marcador e bateu cruzado na saída do goleiro, placar 1 a 0 Bahia.

A bola rolou para o começo da segunda etapa com o Brasiliense buscando o empate. O Bahia se segurava bem e saia nos contragolpes e procurava tocar a bola para gastar o tempo. Aos 13min o Tricolor perdeu uma boa oportunidade. Paulo Roberto fez bela jogada pela linha de fundo, passou pelo marcador e cruzou, mas Ávine pegou a bola de primeira e jogou por cima do gol.

O técnico Reinaldo Gueldini fez a primeira mudança do jogo tirando o atacante Diogo e colocando o outro atacante Leandro Neto. Aos 23min Reinaldo Gueldini coloca o atacante Fabinho no lugar de do meia Marcinho. Aos 24min Patrick arriscou de fora da área, mas o goleiro Fabiano segurou tranqüilo. O técnico Ferdinando Teixeira tirou o lateral-direito Rogério Rios e colocou o volante Marcone para reforçar a marcação.

O time do Distrito Federal buscava o empate, mas a zaga do Bahia se segurava bem. Aos 34 min o Brasiliense fez a última modificação colocando Alex Dias no lugar de Fabinho que havia entrado, mas saiu machucado. No Bahia, Danilo Cruz entrou aos 35min no lugar de Caio o autor do gol da partida. Em seguida, Ferdinando queimou o último cartucho colocando o zagueiro Alison no lugar do volante Emérson Cris, para segurar a vitória de 1 a 0.

BAHIA

Fabiano; Rogério Rios (Marcone), Cléber Carioca, Rogério e Adílson; Willames, Emerson Cris (Alison), Ávine e Caio (Danilo Cruz); Paulo Roberto e Marcelo Ramos.
Técnico: Ferdinando Teixeira

BRASILIENSE
Guto; Patrick, Fábio Braz, Aílson e Edinho; Coquinho, Juninho, Marcinho (Fabinho) (Alex Dias) e Adrianinho; Thiago Félix e Diogo (Leandro Neto).
Técnico: Reinaldo Gueldini

Data: 07/11/2008
Local: Estádio Jóia da Princesa, em Feira de Santana
Público: 2.821 pagantes
Renda: R$ 13.780,00
Árbitro: Wilson Souza de Mendonça / PE
Auxiliares: Ubirajara Ferraz Jota / PE e José Pedro Wanderlei da Silva /PE
Cartões amarelos: Fábio Braz, Ávine, Leandro Neto

Autor(a)

Dalmo Carrera

Fundador e administrador do Futebol Bahiano. Contato: dalmocarrera@live.com

Deixe seu comentário