Com elenco reforçado, Mancini deixa campeões na reserva

A diretoria rubro-negra prometeu um elenco de elite para disputar a Série A do Campeonato Brasileiro. O time do Vitória pode até não ter qualidade suficiente para disputar o título ou uma vaga para a Libertadores, mas já provou que é uma equipe competitiva, capaz de fazer frente a qualquer adversário.

A maior prova disso é a quantidade de bons jogadores que o técnico Vágner Mancini dispõe e não utiliza no time titular. O meia Ramon, principal destaque na conquista do bicampeonato baiano, é o que demonstra maior surpresa e boa dose de insatisfação com a reserva.

“Eu fiquei só um jogo de fora [na goleada por 4 a 0 sobre o Figueirense] e a situação mudou um pouco porque o time ganhou. Eu esperava voltar a ser titular. Respeito a decisão do treinador, mas tenho outra opinião”, disparou Ramon.

Mas, e agora? Ele admite que só tem uma coisa a fazer: “Eu me sinto na responsabilidade e na necessidade de trabalhar. Só o trabalho vai me colocar pra jogar de novo”, disse ele, que revelou não estar preparado para ficar de fora e que a situação é nova em seus 18 anos de carreira.

O atacante Rodrigão, outro que foi muito importante no título estadual, também está tendo que se conformar com o banco. E aí, alguma queixa? “Não. Eu saí por contusão, mas o jogador que entrou aproveitou a oportunidade. Dinei atravessa um bom momento, mas eu sempre trabalho para ser titular e espero a minha hora”, afirmou.

Para Rodrigão, as boas alternativas que Mancini tem no banco de reservas são essenciais para a disputa da Série A. “Campeonato Brasileiro é assim. Tem que ter um elenco reforçado, pois trata-se de uma competição longa. É preciso contar com muitos jogadores de qualidade”.

O meia Leandro Domingues e o lateral Carlos Alberto, que estão há um bom tempo sem entrar em campo, também asseguram estar prontos para jogar. Domingues resume: “Tem que ter um grupo forte pra chegar nas cabeças, mas eu confio em mim”. Com informações do A Tarde/Adaptado

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*