Cléber: Um exemplo de profissional

Cleberson Luciano Frolich nasceu dia 13 de julho de 1976, em Novo Hamburgo, interior do Rio Grande do Sul. No futebol, começou no XV de Campo Bom. Passou por Ulbra, Grêmio e Juventude, no Rio Grande do Sul; Coritiba, no Paraná; Toledo, na Espanha; Mogi Mirim e Portuguesa, em São Paulo; e Brasiliense, no Distrito Federal. Optou pelo Vitória, em 2007, pois, como o empresário Alex Brasil, acreditava no título de campeão baiano e também no acesso à Série A. “Quando houve a rescisão, pesou a vontade em ficar em Salvador. Pela cidade e para mostrar que as pessoas estavam erradas sobre ele”, argumenta Alex. Começou como titular, mas perdeu a posição no octogonal. Seu último jogo foi dia 3 de outubro, quando o Bahia venceu o Fast por 1×0, na Fonte Nova, aos 50 minutos do segundo tempo, e se classificou para o octogonal decisivo da Série C.

Como atleta, sempre teve comportamento elogiado. Mostrava compreensão com os mais jovens da divisão de base e atuava como um líder do grupo nas reuniões com diretores sobre prêmios e reclamações do elenco. Era altamente profissional. Exemplo raro no futebol de valores corronpidos

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*