Após empréstimo, Chavez deve se reapresentar ao Bahia em janeiro

Chavez foi comprado pelo Bahia no início de 2023 por R$ 18 milhões.

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Após período de empréstimo ao Independiente del Valle, do Equador, o lateral-esquerdo Jhoanner Chavez deve se reapresentar ao Esporte Clube Bahia em janeiro para iniciar a pré-temporada com o elenco comandado pelo técnico Rogério Ceni visando as disputas do Campeonato Baiano e Copa do Nordeste, primeiras competições do ano. Ele tem vínculo até o final de 2027.

 

Chavez foi comprado pelo Bahia no início de 2023 por R$ 18 milhões, se tornando a maior contratação da história do futebol nordestino. Porém, não rendeu o esperado dentro de campo. Foram 29 jogos, com um gol e uma assistência. Seu conseguir se firmar, foi emprestado ao seu ex-clube (Independiente del Valle), onde disputou 13 jogos e marcou 2 gols pela Liga do Equador.

Caso não receba nenhuma proposta, o jogador de 21 anos será aproveitado pelo treinador, ainda mais com a possível saída de Matheus Bahia, que pode ser vendido para o futebol do exterior. No elenco atual, Ceni também conta com Camilo Cándido e Ryan.

Natural de Francisco de Orellana, no Equador, Jhoanner Stalin Chavez Quintero surgiu nas divisões de base do Independiente del Valle e foi promovido ao elenco principal em 2020, aos 18 anos, quando disputou 2 jogos. Em 2021, foram 29 partidas e duas assistências.

Em 2022, teve grande destaque atuando 34 vezes, marcando 5 gols e contribuindo com uma assistência. O atleta disputou o Mundial Sub-17 em 2019 pela Seleção do Equador. Chávez foi peça importante nas conquistas do Campeonato Equatoriano, em 2021, e Copa Sul-Americana, em 2022 (em cima do São Paulo), antes de ser comprado pelo Bahia.

Autor(a)

Fellipe Amaral

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário