Ex-Bahia, Edson chega na Hungria após conseguir deixar a Ucrânia

Eles tiveram ajuda de uma rede de brasileiros que moram na Europa e vão seguir viajem para Budapeste

Foto: Reprodução / Instagram

Contratado pelo Rukh Lviv, em janeiro deste ano, o volante Edson, ex-Bahia, conseguiu deixar a Ucrânia em meio à invasão russa, nesta segunda-feira (28), e chegar na fronteira do país com a Hungria. Inicialmente, o jogador de 23 anos, o companheiro de clube, Talles Brener e a namorada, deixaram a cidade de Lviv rumo à Polônia. Porém, eles foram barrados na fila de imigração e tiveram que mudar a rota para a Hungria. Eles tiveram ajuda de uma rede de brasileiros que moram na Europa e vão seguir viajem para Budapeste, capital da Hungria, onde deverá pegar um avião de volta ao Brasil.

 

“Nem parece que é verdade. Fica aqui a torcida para as pessoas que não conseguiram sair da Ucrânia, que possam sair o mais rápido possível. Oremos pela paz na Ucrânia”, publicou Edson nas redes sociais.

Natural de Natal (RN), Edson Fernando da Silva Gomes  deu os primeiros passos no futebol defendendo o Alecrim-RN. Chegou a ter uma passagem rápida pelo time sub-20 do Vitória na temporada 2017, mas não permaneceu e acertou com o Votuporanguense. Em 2019, ele disputou 12 partidas no Campeonato Potiguar pelo Globo e chegou ao Bahia para integrar o elenco sub-23. Com o técnico Dado Cavalcanti, ele deixou a lateral-direita e passou a jogar como volante.

Em 2019, disputou 11 jogos pelo Bahia no Campeonato Brasileiro de Aspirantes. Em 2020, atuou em 10 partidas no Baianão, fazendo parte do elenco campeão baiano diante do Atlético. Foi promovido ao elenco principal e entrou em campo 14 vezes, 12 pela Série A e 2 pela Sul-Americana. Em 2021, seguiu integrando o grupo principal e fez 21 jogos, 5 pelo Nordestão, 3 pela Copa do Brasil e 13 pelo Brasileirão. Deixou o Bahia em janeiro de 2022 para atuar no Rukh Lviv, da Ucrânia. O clube baiano não lucrou nada com a transferência, mas manteve 30% dos direitos econômicos do atleta.

Deixe seu comentário!

1 Trackback / Pingback

  1. Rossi aciona o Bahia na Justiça e cobra 600 mil de direitos de imagem

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*