Mesmo com um a mais, Bahia é inofensivo e perde para o Inter em Pituaçu

Bahia sofre sua primeira derrota no Campeonato Brasileiro da Série A

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

De um lado, o Bahia, com quatro jogos sem perder (3 triunfos e 1 empate) e vindo de uma classificação na Copa do Brasil. Do outro, o Internacional, pressionado após goleada sofrida diante do Fortaleza (5×1) pela Série A e com a eliminação para o Vitória na Copa do Brasil levando 3 a 1 no Beira-Rio, resultando na demissão do treinador Miguel Ángel Ramírez. Nesse cenário, o Bahia era visto como favorito para vencer a partida neste domingo no Estádio Metropolitano de Pituaçu, no entanto, com uma atuação apática, os comandados de Dado Cavalcanti acabaram perdendo para o Inter por 1 a 0, mesmo jogando com um a mais praticamente todo o segundo tempo devido expulsão do zagueiro Lucas Ribeiro. O único gol foi marcado por Edenílson cobrando pênalti.

 

Com seu primeiro revés no Brasileiro, o Bahia caiu para o 8º lugar com 4 pontos, enquanto o Internacional conquistou sua primeira vitória e também chegou aos 4 pontos, ocupando a 13ª colocação.

Primeiro tempo fraco e com raríssimos lances de emoção no Estádio de Pituaçu. O Inter teve mais posse de bola e tentou propor o jogo, mas só teve uma finalização, que foi justamente o gol em pênalti polêmico sofrido e convertido por Edenílson. Na avaliação do analista de arbitragem Paulo César de Oliveira, da Central do Apito, não foi pênalti. Segundo PC, Edenílson provocou o contato com Matheus Teixeira. Após o gol, o Bahia seguiu com muitas dificuldades em criar e errando passes bobos, e só respondeu nos acréscimos da primeira etapa, em um lançamento de Rodriguinho para Gilberto. O camisa 9 cara a cara, parou em defesa do goleiro Daniel.

O Bahia voltou para o segundo com a mesma dificuldade na criação, mas aos 6 minutos, o zagueiro Lucas Ribeiro foi expulso após dar cotovelada no atacante Rossi, terceira expulsão seguida em jogos seguidos do time gaúcho (Fortaleza, Vitória e Bahia). Mesmo com a superioridade numérica, o Tricolor era inofensivo, enquanto o Inter chegou perto do segundo, primeiro com Heitor tirando tinta da trave, depois com Edenílson aproveitando erro da defesa tricolor e na sequência Taison exigindo boa defesa de Teixeira. Enquanto isso, o Bahia num marasmo absurdo, não deu um chute dentro do gol.

O próximo compromisso do Esporte Clube Bahia é na quinta-feira (17/06), contra o Ceará, às 19 horas, na Arena Castelão. Os times se reencontram pouco mais de um mês após a decidirem o título da Copa do Nordeste, que terminou com o Esquadrão vencendo por 2 a 1 no tempo normal e conquistando nos pênaltis o tetracampeonato do Nordestão. Após o duelo contra o Vozão, o Tricolor volta a jogar em Salvador, no dia 20, enfrentando o Corinthians, em Pituaçu.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 0 X 1 INTERNACIONAL
BRASILEIRO DA SÉRIE A (3ª rodada)
Local: Pituaçu, em Salvador
Data: 13/06/2021 (domingo), 20h30
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Michael Correia e Daniel do Espirito Santo Parro (ambos do RJ)
VAR: Marcio Henrique de Gois (SP)

GOL: Edenílson (Internacional)

BAHIA
Matheus Teixeira; Renan Guedes, Conti, Juninho e Matheus Bahia (Juninho Capixaba); Patrick (Galdezani), Thaciano (Thonny Anderson) e Daniel; Rossi, (Maycon Douglas) Rodriguinho (Ruiz) e Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti.

INTERNACIONAL
Daniel; Heitor (Caio Vidal), Lucas Ribeiro, Cuesta e Léo Borges; Johnny, Edenilson, Patrick e Taison (Maurício); Yuri Alberto (Rodrigo Lindoso) e Thiago Galhardo (Zé Gabriel). Técnico : Osmar Loss.

Deixe seu comentário!

2 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*