Covid-19: Presidente do Coritiba segue internado em estado grave

O médico epidemiologista Flávio Muzzi Sant´Anna explica como funciona a ECMO

Foto: Divugalção/Coritiba

Internado desde o dia 1º de junho, quando testou positivo para Covid-19, o presidente do Coritiba, Renato Follador, precisou ser transferido para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) dois dias depois e permanece até hoje. Segundo informação da imprensa paranaense, o mandatário começou a utilizar a terapia ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea). O equipamento funciona como um pulmão artificial para ajudar na respiração. Follador tem 66 anos e está em estado grave. O médico epidemiologista Flávio Muzzi Sant´Anna explica como funciona a ECMO.

 

“É um método utilizado quando os recursos da oxigenação via respirador artificial estão no limite, e o comprometimento pulmonar, no caso da Covid-19, se mostra intenso, não permitindo boa eliminação de CO2 (gás carbônico) e aporte de O2 (oxigênio). É um sistema complexo, em resumo, consistindo de uma bomba que “puxa” o sangue do corpo e o força em uma membrana que o oxigena e retira o gás carbônico, devolvendo o sangue ao corpo. Isso promove um descanso temporário ao coração e ao pulmão. É um recurso extraordinário, usado em muitas outras patologias, quando necessário”, explicou o médico.

Confira o boletim do hospital

“O Hospital do Rocio informa que o paciente Sr. Renato Follador Jr. foi internado em 01/06/2021 com diagnóstico de Covid-19. Em 03/06/2021, foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva, onde permanece sob assistência multidisciplinar. Mantido em ventilação mecânica invasiva sob sedação, analgesia e bloqueio neuromuscular. No dia 20/06/2021, houve necessidade de instalação de ECMO. No momento, o quadro é grave.”

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*