Suspensos, laterais estão fora do jogo do Bahia contra o Atlético-MG

Moisés foi expulso aos 5 minutos do primeiro tempo

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Após o empate contra o Goiás por 1 a 1 neste domingo na Fonte Nova, que saiu de bom tamanho diante das circunstâncias do jogo, o Esporte Clube Bahia volta a ter uma semana de preparação visando o próximo compromisso que será no sábado (24), às 11h, contra o Atlético Mineiro, no Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG), pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para o jogo, o técnico Roger Machado não poderá contar com os laterais Ezequiel e Moisés, ambos suspensos, o que, para a a maioria dos torcedores, é visto como um alívio, afinal, a dupla vem recebendo bastante críticas.

 

O lateral-esquerdo foi expulso aos seis minutos do jogo após uma falta dura no jogador Jean Carlos. O árbitro Raphael Claus aplicou o cartão amarelo em Moisés, porém, foi chamado pelo VAR e após analisar no vídeo o lance, voltou atrás, retirou o amarelo e deu o vermelho. Com isso, Giovanni que vinha sendo utilizado no meio-campo, deve ser o substituto. Já o lateral-direito Ezequiel recebeu o terceiro cartão amarelo contra o Goiás. Nino Paraíba, que foi ausência neste domingo vetado pelo DM, pode ser uma opção se estiver recuperado do incômodo na coxa. Mas Roger também pode optar por João Pedro que ainda não reestreou e neste domingo ficou no banco.

Com o empate (segundo como mandante na competição e o quarto nos últimos cinco jogos), o Esporte Clube Bahia chegou aos 21 pontos e permanece no 10º lugar, enquanto o Goiás acumulou o sétimo jogo sem vencer na Série A e fica no 12º lugar com 18 pontos.

LEIA MAIS

Deixe seu comentário

2 Comentário

  1. Essa é a melhor noticia que a torcida do Bahia pode ter Moises foi responsável direto pela perda de quatro pontos nestes dois últimos jogos, ele já vinha entregando em outros jogos, o grande problema dele é que ele acha que é um craque, se jogar só o feijão com arroz dele ele será útil, mas, quando inventa jogar bonito sempre acaba entregando, quanto ao Ezequiel sem comentários não tem a mínimas condições de jogar uma primeira divisão, seu preparo físico é sofrível, agora o lance de Moisés foi semelhante ao de Rafinha do Flamengo contra o Bahia, em que o árbitro deu somente cartão amarelo e em nenhum momento o VAR, solicitou ao árbitro revisão do lance, não quero com isso dizer que Moisés não deveria ser expulso ou que sou contra o VAR, mas, aliás, o Bahia só está na parte de cima da tabela porque corretamente o VAR intercedeu nestes jogos, e o Vasco só não foi rebaixado ano passado porque não existia o VAR, arrumaram uns pênaltis cavernosos ano passado suficiente para livrar de mais um rebaixamento, apear de ainda existir arbitragens tendenciosas em favor dos times do Sul e Sudeste, mas, para os times das outras Regiões foi a melhor coisa que podia acontecer, agora tanto Vasco quanto Fluminense terão que jogar um pouco mais de bola senão poderão sim serem rebaixados.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*