Abalado, zagueiro do Bahia só volta a jogar no Campeonato Brasileiro

Jackson fez cirurgia e se recupera na cidade de São Paulo

Contratado em maio de 2016, junto ao Internacional, o zagueiro Jackson vem travando uma batalha para retornar aos gramados. O jogador do Bahia sofreu suas cirurgias no mesmo joelho, enfrentou um tratamento para se recuperar de uma hérnia de disco e passou a maior parte da última temporada acampado no departamento médico. Em 2017, foram apenas OITO jogos (nenhum gol marcado), o último jogo no dia 7 de maio, contra o Vitória, na final do Campeonato Baiano. Em 2016, entrou em campo 34 vezes e marcou um gol.

Jackson está há 250 dias sem entrar em campo e perto de completar um ano sem jogos oficiais. A primeira lesão foi em abril, quando sofreu um trauma no joelho. Esteve próximo de retornar aos treinos em agosto, no entanto, foi diagnosticado com uma hérnia de disco. Já no mês de outubro, ele foi recomendado pelo Tricolor a procurar um especialista para cuidar de um problema chamado “joelho valgo”, um desalinhamento dos membros inferiores, em que os joelhos são forçados para a área interna das pernas.

Jackson está se tratando em São Paulo, com acompanhamento do médico Rene Abdalla. O zagueiro foi submetido a cirurgia na capital paulista e não tem previsão de retorno à Salvador. Em entrevista ao GloboEsporte, o jogador falou sobre a recuperação, previsão de retorno, e afirmou ter ficado abalado e desanimado, mas se ampara na família e nos amigos.

“Achei melhor vir a São Paulo pois essa cirurgia que fiz é um pouco complicada. Tenho que fazer com o melhor médico, e por isso procurei o Dr. Rene Abdala que me ajudou e muito. (…) Nesta quinta-feira, eu completei três meses de cirurgia. Hoje coloquei pela primeira vez o pé no chão, me sinto muito feliz com isso e com uma expectativa muito boa, não sinto incômodo algum, somente receio. O prazo que o Dr. Rene Abdala me deu foi de sete meses. Estou com a expectativa de que no final de maio, início de junho devo estar voltando, assim que Deus permitir. Fiquei abalado, desanimado, me perguntando o motivo de tudo isso. Mas a minha família é a base de tudo e me deu muita força para superar. Para quem confia em Deus, nada pode dar errado”, disse.

A expectativa é que a recuperação dure aproximadamente sete meses. Desta forma, como foi operado em outubro, ele permanecerá sem atuar até o fim de maio. Atualmente o Bahia conta cinco zagueiros no elenco: Tiago e Lucas Fonseca, atuais titulares, os jovens Everson e Rodrigão Becão, promovidos da base, além do recém-contratado Douglas Grolli.

#FORÇAJACKSON

 

LEIA TAMBÉM:

Presidente do Vitória dá ultimato ao Cruzeiro. Ou paga, ou devolve!

 

Deixe seu comentário

3 Comentário

  1. Magnificent goods from you, man. I’ve understand your stuff
    previous to and you are just too magnificent. I really like what you’ve acquired here, really like
    what you are stating and the way in which you say it.
    You make it entertaining and you still take care of to
    keep it sensible. I cant wait to read far more from you.
    This is actually a wonderful website.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*