BaVi decisivo e recheado de mistério

Tempo bom, ingressos vendidos, cambista na tocaia, arquibancadas lotadas, escalações indefinidas, mistérios e suspense, jogadores experientes, mais um título em jogo para o Vitória, outro sonho planejado pelo Bahia.

A final do Campeonato Baiano promete ser uma das partidas mais emocionantes para as torcidas de Bahia e Vitória neste ano. Os dois rivais iniciam os 90 minutos iniciais da luta pelo troféu de campeão estadual neste domingo (25), quando se enfrentam no Estádio de Pituaçu, em Salvador. Confira em matéria da Tribuna da Bahia, as indefinições, os desfalques e as possibilidades de escalação de cada um.

No Vitória, a expectativa é pela recuperação de jogadores lesionados. O lateral Nino, que saiu de campo machucado na partida contra o Goiás, na última quarta-feira (21), não foi a campo neste sábado (24), mas participou de uma atividade na academia de musculação depois de dar prosseguimento ao tratamento do edema muscular na coxa esquerda. “Hoje (sábado), ele não jogaria. Mas para domingo as chances existem”, disse o médico do clube José Olimpio.

O lateral será avaliado novamente neste domingo, pela manhã. “Quero jogar e estou me tratando com esse objetivo”, garantiu o jogador. Sem Nino, a tendência é Ricardo Silva escalar o experiente Marcos Pimentel para a posição.

Quanto ao substituto de Vanderson, suspenso com três cartões amarelos, Ricardo Silva tem como opções Neto e Fernando. O treinador também admitiu a possibilidade de escalar três zagueiros, com Vilson ao lado de Reniê e Wallace.

“Independente de quem venha jogar, vamos precisar de aplicação, determinação e muita doação. O clássico não se ganha somente com futebol”, resumiu o treinador.

No Bahia as coisas caminham de modo diferente. O atacante Rodrigo Grahl, que não participou das partidas da semifinal, contra o Bahia de Feira, se recuperou e pode encarar o time rubro negro neste domingo. O lateral Ávine, que também se recuperava de uma lesão está apto para o jogo e deve ser escalado como titular.

O tricolor tem apenas duas ausências confirmadas. O meia Ananias e o volante Bruno Silva cumprem suspensão automática após terem recebido o terceiro cartão amarelo contra o Bahia de Feira. Leandro e Abedi devem ser os substitutos escolhidos pelo técnico Renato Gaúcho, que inovou ao relacionar o meia Vander, destaque na semifinal do campeonato baiano de juniores, marcando dois gols na goleada de 5 a 2 no Vitória.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*