Ney tem chance para recuperar prestígio

Ney estreou no Brasileiro na derrota por 2×0 para o Cruzeiro. Depois, Viáfara assumiu no gol. Com a suspensão do colombiano, o “paredão da Série B” será o titular domingo, diante do Internacional.
Fundamental no retorno do Vitória à Série A, o atleta tem passado por temporada de provações. Questionado no início do ano, saiu em definitivo do time após lesão na face, dia 2 de fevereiro, contra o Camaçari. Operado para corrigir afundamento no osso malar, acelerou a recuperação, usando, inclusive, máscara de acrílico para diminuir o impacto em caso de choque.
Contudo, não aproveitou as primeiras oportunidades dadas por Vágner Mancini. Em seis jogos, um pela Copa do Brasil e cinco pelo Baiano, sofreu 16 gols. A gota d’água foi a goleada por 4×1 para o Bahia, no Barradão. Sacado, chegou a chorar em entrevistas, dizendo não ter sido o único culpado. Nas voltas da bola, ganhou chance para recuperar o crédito.
São João – Em conseqüência da proximidade dos festejos juninos, a direção do Vitória consultou, semana passada, o departamento de futebol da CBF para antecipar o jogo para sábado. Sem êxito. A alegação foi o jogo contra o Internacional está programado para ser transmitido, ao vivo, para o Rio Grande do Sul. A intenção rubro-negra era fugir da evasão dos baianos que curtem o São João no interior. Com informações do Correio da BahiaApodi vai mesmo para o Santos

Com o mercado agitado, Santos e Cruzeiro devem fazer uma troca entre laterais para a sequência do Campeonato Brasileiro. O lateral-esquerdo Carlinhos, do Santos, iria para o Cruzeiro, em troca o time mineiro dava o lateral-direito Apodi, para o Alvinegro Praiano.

O negócio está perto de ser fechado, de acordo com o diretor de Futebol do Santos, Luiz Antônio Capella, o lateral Apodi deve estar chegando na Vila Belmiro, nesta terça-feira para acertar as bases salariais.
Já Carlinhos, que não estava querendo sair do Peixe, deve chegar a Toca da Raposa para acertar sua situação com o Cruzeiro, nesta quarta-feira.

Restrospecto diante do Internacional anima o Vitória

Após o empate em Curitiba, um triunfo contra o Internacional é considerado fundamental pelo técnico Vagner Mancini para manter a meta de sete pontos em três jogos, que na projeção feita pelo treinador levaria o Vitória ao G-4, o grupo dos quatro melhores do Brasileirão. O time rubro-negro tem oito pontos e está na 10º colocação.

No Barradão, onde começou a jogar a partir de 1996, o Vitória enfrentou o Internacional sete vezes pelo Campeonato Brasileiro, com ampla vantagem: ganhou cinco, empatou uma e perdeu outra. Pela Copa do Brasil, em 5 de maio de 2004, apenas um confronto, com mais um triunfo rubro-negro: 3 a 1. Outro dado animador para o Vitória é o jejum da equipe colarada, que ainda não pontuou como visitante neste Campeonato Brasileiro.
Estádio de Pituaçu Bastou o Vitória anunciar que iria participar da licitação para administrar o estádio de Pituaçu que um alvoroço tomou conta da imprensa tendenciosa. O desespero foi instalado e as criticas partiram de todos os lados, o que para mim não foi surpresa. Eles não têm capacidade de captar a visão capitalista do negócio e o futuro do Vitória. Se ganharmos a licitação, com certeza teremos uma grande fonte de renda. E, se nossos dirigentes realmente tiverem a visão do empreendedor, poderemos modernizar o Barradão, aumentando a sua capacidade e dando o merecido conforto à torcida rubro-negra. E ainda procurar, junto às comunidades de Pau da Lima, São Rafael, Estrada Velha, enfim toda a área circunvizinha do Manoel Barradas, pressionar o Governo do Estado e a Prefeitura de Salvador para dotar aquela região de vias modernas, com iluminação adequada. Senhores, de uma vez por todas, entendam que Pituaçu é um bem público, portanto pertence ao povo baiano e não a algum timinho de 2ª Divisão. Ninguém tem a capacidade e o poder de simplesmente doar um bem público, principalmente a quem não tem capacidade de administra. (Cláudio Mattos do Barradão Online) Rubro-negro está a cinco pontos do líder do BrasileirãoDepois dos jogos de quinta-feira, abrindo a sexta rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro, o Vitória perdeu duas posições na classificação da Série A. Sábado, com o empate por 0 a 0 com o Coritiba, em Curitiba, o rubro-negro manteve a posição que lhe garante uma vaga na Sul-Americana. Vitória promoverá grande mutirão no dia 2 de julho
O Vitória promoverá uma grande mutirão, dia 2 de julho, no Centro de Treinamento Manoel Pontes Tanajura, com a finalidade de descobrir novos talentos para a Divisão de Base, aproveitando o feriado. A avaliação técnica será para garotos nascidos de 1993 à 1998 (de 10 a 15 anos).
Será a partir das 8 horas, sob a coordenação de Carlos Anunciação, e participação da equipe de observadores formada pelos técnicos Edgard Nunes, Washington Rufino, Adílio Gomes, Baiano Quaresma e Sérgio Passarinho.Os garotos deverão trazer chuteira, meião preto ou vermelho e estar uniformizado com camisa branca e calção preto. A entrada dos garotos será pelo portão 16 do Estádio Manoel Barradas, o Barradão.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*