Ex-Bahia e hoje no América-MG, lateral é condenado por morte de casal

A pena será prestação de serviços sociais. Ele também teve a suspensão da habilitação para dirigir pelo mesmo período.

FOTO: MOURÃO PANDA/AMÉRICA-MG

Com passagem pelo Esporte Clube Bahia no ano passado e anunciado pelo América-MG no início deste mês, o lateral-direito Marcinho foi condenado a três anos e seis meses de prisão em regime aberto, pelo homicídio culposo de um casal de professores, em dezembro de 2020, quando ele jogava pelo Botafogo e atingiu as duas pessoas com o carro, fugindo sem prestar socorro. A pena será prestação de serviços sociais. Ele também teve a suspensão da habilitação para dirigir pelo mesmo período.

 

De acordo com nota do TJRJ, o jogador consumiu bebidas alcoólicas no dia do crime. A perícia apontou que a alta velocidade e o local de travessia errado dos pedestres foram causas do acidente. De acordo com a denúncia, Marcinho conduzia o carro em zigue-zague, em velocidade entre 86km/h e 110km/h, em uma via de velocidade máxima permitida de 70 km/h.

Nascido no Rio de Janeiro, Márcio Almeida de Oliveira, mais conhecido como Marcinho, acumula passagens pelas divisões de base de Flamengo e Botafogo. Se profissionalizou no Fogão, onde ficou de 2016 até 2020. Viveu sua melhor fase em 2019, quando chegou a ser convocado pelo técnico Tite para Seleção Brasileira. No ano seguinte, perdeu espaço e foi negociado com o Athletico-PR.

No Furacão, disputou 57 jogos, com 2 gols e 9 assistências, mas acabou dispensado em abril de 2022 após cometer um pênalti na final da Recopa Sul-Americana diante do Palmeiras. Em agosto, foi anunciado pelo Bahia, gerando protestos de parte da torcida. Fez apenas 14 jogos na Série B (11 como titular), não conseguiu render em campo e não teve o contrato renovado para 2023. Após deixar o Tricolor, foi contratado pelo Pafos, do Chipre, mas a Justiça brasileira não o deixou sair do país por conta do processo criminal.

Autor(a)

Fellipe Amaral

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário