Band fecha com o UFC para ocupar lugar da Globo a partir de 2023

O Combate, canal de pay-per-view da Globo, também perderá os direitos do evento a partir do ano que vem.

Foto: Divulgação

Maior torneio de MMA do mundo, o UFC anunciou nesta quarta-feira o acerto com a TV Bandeirantes para ocupar o lugar da Rede Globo a partir de 2023. O acordo inclui a transmissão de até 12 eventos ao vivo entre cards principais e preliminares de eventos numerados e Fights Nights por ano no canal aberto. No dia 21 de janeiro do ano que vem, acontecerá o primeiro evento no Rio de Janeiro, na Jeunesse Arena, já com transmissão da Band. O UFC 283 será exibido em canal aberto. Os confrontos ainda não foram oficializados.

 

A Globo também perderá os direitos do Combate, canal de pay-per-view. No seu lugar, o UFC vai lançar um pay-per-view próprio no Brasil. O serviço terá produção em português, com o custo de R$ 24,90 por mês, com direito a transmissão ao vivo de todas lutas, arquivo completo de eventos e programas especiais produzidos pela organização. Além disso, a Band também vai exibir programas especiais nas semanas de lutas, como a pesagem, coletivas de imprensa e entrevistas exclusivas com os lutadores.

O UFC estima que tem 50 milhões de fãs no Brasil e tenta recuperar o protagonismo que atingiu no auge do esporte por aqui, quando nomes como Anderson Silva, Junior Cigano e José Aldo estavam no topo. Atualmente, o grande nome da categoria do país é Amanda Nunes, que detém dois cinturões.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*