Marcelo Sant’Ana critica falta de transparência do Bahia por não anunciar diretor-geral

"É lamentável o Clube não divulgar a contratação de um funcionário que teria o maior cargo administrativo do Clube"

Uma notícia divulgada pelo portal Info Bahêa pegou muita gente de surpresa nesta sexta-feira. O Esporte Clube Bahia tinha um diretor-geral desde setembro do ano passado, que nunca foi anunciado, e pior, sequer aparecia na lista de funcionários do clube (VEJA AQUI). O diretor-geral é Eduardo Gadelha, que participava da tomada de decisões junto com o presidente Guilherme Bellintani e o vice-presidente Vitor Ferraz.

 

Gadelha responde por questões administrativas, financeiras e estratégicas do clube baiano, papéis que também são delegados a Bellintani, inclusive, é o responsável pela negociação entre Bahia e Rossi por conta do impasse na renovação. Questionado sobre a existência do diretor-geral, o Bahia informou ao Info Bahêa que o anúncio da contratação do dirigente nunca foi feito por política interna.

Presidente do Bahia no triênio 2015-2017, Marcelo Sant’Ana se manifestou sobre o caso nas redes sociais e criticou a falta de transparência da diretoria do Bahia.

“Eu só não vou dizer que estou surpreso pois fiquei surpreso semana passada quando soube que o Bahia tinha Diretor-geral. Agora também sei o nome do profissional. É lamentável o Clube não divulgar a contratação de um funcionário que teria o maior cargo administrativo do Clube”, postou no Twitter.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário