Marcelo Cirino anuncia que testou para Covid-19: “Estou bem e sem sintomas”

Além de Cirino, no Bahia, o auxiliar técnico Bruno Lopes também testou positivo

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Nesta quinta-feira, o Esporte Clube Bahia registrou mais um caso de Covid-19. Por meio das redes sociais, o atacante Marcelo Cirino anunciou que testou positivo para o coronavírus, mas tranquilizou afirmando que está bem, sem sintomas. Ele relembrou que já tomou 2 dores e aproveitou para fazer um coro pela vacina. “Graças à Deus e às 2 doses da vacina estou bem e sem sintomas. Tomem Vacina. Vacina Salva Sim”, disse o atacante.

 

Além de Cirino, no Bahia, o auxiliar técnico Bruno Lopes também testou positivo para a doença e está isolado. Já o atacante Hugo Rodallega, que está na Colômbia, não conseguiu retornar ao Brasil porque também teve diagnóstico positivo.

Natural de Maringá (PR), Marcelo Cirino da Silva surgiu nas divisões de base do Atlético Paranaense e fez sua estreia profissional em 2019, porém, teve poucas chances no time principal e acabou emprestado em 2011 ao Vitória, onde disputou 15 jogos e marcou um gol. Retornou ao Furacão em 2012 e desta vez não somente se firmou como titular, como foi destaque por três temporadas, até ser contratado pelo Flamengo com ajuda de um grupo de investidores da Doyen Group.

Ficou duas temporadas no clube carioca e depois foi emprestado a Internacional (2017) e Al-Nasr (2018). Não demorou muito nos Emirados Árabes Unidos e no mesmo ano acertou seu retorno ao Athletico-PR, vivendo seu melhor momento na carreira e sendo peça importante nas conquistas da Copa Sul-Americana (2018) e Copa do Brasil (2019). Em 2020, foi negociado com o Chongqing Dangdai, da China, mas solicitou a rescisão na FIFA por conta dos salários atrasados e ficou livre no mercado.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*