Em meio a impasse com o Bahia, Rossi é apresentado por clube da Arábia Saudita

Bellintani afirmou que o atleta atingiu a meta para a prorrogação contratual

Em meio ao impasse sobre a renovação automática em virtude de uma cláusula no contrato por metas cumpridas, o atacante Rossi se despediu do Esporte Clube Bahia nas redes sociais e nesta quinta-feira (13), foi apresentado como novo reforço do Al Faisaly, da Arábia Saudita. O jogador assinou contrato com o clube árabe até junho de 2023.

 

Em entrevista recente, o presidente Guilherme Bellintani afirmou que o atleta atingiu a meta para a prorrogação contratual, mas que o acordo deixou de existir quando o atacante manifestou o desejo de sair. Ainda assim, o mandatário afirmou que enviou o caso para o departamento jurídico. No entanto, o staff de Rossi garantiu que a contagem feita pelo Esquadrão não estava certa, pois teria que constar os jogos do Baianão.

“Nós tínhamos uma opção de renovação automática, prevista no contrato que se encerrou. O contrato se renova automaticamente se atingida metas, que foram atingidas. Se as duas partes se manifestam para não renovar, o contrato não é renovado. Não existe contrato com ele hoje. Existe uma cláusula de renovação automática. Estamos avaliando juridicamente e também, principalmente, do lado anímico”, afirmou Bellintani no último dia 5.

Natural de Prainha (PA), Rosicley Pereira da Silva, mais conhecido como Rossi, acumula passagens pelas divisões de base de Flamengo e Fluminense antes de se profissionalizar com a camisa da Ponte Preta, em 2012. Rodou ainda por Mogi Mirim, Paraná, Operário Ferroviário, São Bento, Goiás, Chapecoense até ser negociado com o Shenzhen FC, da China, em 2017. No futebol chinês, atuou apenas 8 jogos e marcou 2 gols. Foi emprestado ao Internacional em 2018, onde marcou 1 gol em 30 partidas, e em 2019 vestiu a camisa do Vasco, sendo peça importante da equipe. Foram 41 partidas e 4 gols anotados. Chegou no Bahia no início de 2020, e ao todo, disputou 95 jogos, com 13 gols marcados e 12 assistências.

Deixe seu comentário!

1 Comentário

  1. Ele agiu de má fé, provocou a expulsão no último jogo para não atingir a meta, ficava mais tempo no departamento médico do que em campo, já vai tarde. BBMP.

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. Há mais de quatro meses afastado do cargo, PC solicita invalidade do relatório da Comissão Processante
  2. Juazeirense define local de construção do CT; Obra começou há uma semana

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*