Messi supera Lewandowski e conquista Bola de Ouro pela 7ª vez

Messi se isola ainda mais como maior vencedor da história da premiação

Na tarde desta segunda-feira, o argentino Lionel Messi conquistou pela sétima vez o prêmio Bola de Ouro de melhor jogador do mundo, em cerimônia realizada pela revista “France Football” no Théâtre du Châtelet, em Paris. O camisa 30 do Paris Saint-Germain superou na reta final outros favoritos como Robert Lewandowski, do Bayern de Munique, Cristiano Ronaldo, do Manchester United, e Jorginho, do Chelsea. O volante ítalo-brasileiro ficou em terceiro. O brasileiro Neymar, também do PSG, terminou em 16º lugar.

 

Messi fica agora com dois troféus a mais que Cristiano Ronaldo. Agora ele tem nove prêmios ao todo: sete Bolas de Ouro, quatro delas unificadas com a Fifa, e outros dois de Melhor Jogador do Mundo dados pela entidade máxima do futebol. Em seu discurso, Messi admitiu que a campanha do título da Copa América foi essencial para o prêmio.

“Muitas vezes ganhei esse prêmio e tinha a sensação de que algo faltava, mas esse ano foi diferente. Eu consegui o sonho que eu tanto queria, depois de ter tropeçado tantas vezes, escorregado na hora H, e muito desse prêmio vem do que fizemos na Copa América, e quero dividir esse prêmio com meus colegas de seleção.”

Messi também fez questão de cumprimentar Lewandowski, segundo colocado. O argentino ressaltou que o polonês deveria ter sido premiado em 2020, quando a France Football cancelou a Bola de Ouro. “Robert, você ganhou ano passado merecidamente, e espero que a France Football possa outorgar esse prêmio a você, porque você foi o ganhador justo e merece levar esse prêmio para casa”.

Confira como ficou o Top-10 da premiação:

Messi
Lewandowski
Jorginho
Benzema
Kanté
Cristiano Ronaldo
Salah
De Bruyne
Mbappé
Donnarumma

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*