Com situação delicada do Vitória, Wagner Lopes tem maior desafio da carreira

"Considero que sim, pelo momento turbulento que o clube vive", disse o treinador.

FOTO: Pietro Carpi/ECV

O Esporte Clube Vitória terá mais 10 “finais” até o encerramento do Campeonato Brasileiro da Série B. Neste sábado, às 19h, o Leão enfrenta o Confiança, no Estádio Manoel Barradas, precisando desesperadamente vencer para iniciar uma recuperação na competição. Sem vencer há seis jogos, o Rubro-Negro ocupa a 18ª colocação, seis pontos abaixo do Brusque, primeiro time fora da zona de rebaixamento. Para piorar a situação, o Vitória tem cinco triunfos a menos que o concorrente, ou seja, se vencer três e o Brusque perder três seguidas, o time baiano ainda não deixa o Z4. O técnico Wagner Lopes falou sobre a situação rubro-negra e admite que tem o maior desafio na carreira.

 

“Considero que sim, pelo momento turbulento que o clube vive. Vejo muitas pessoas que amam o Vitória trabalhando aqui de 7h até a noite. A gente participa de muitas reuniões para buscar soluções com dirigentes atuais, ex-dirigentes vitoriosos que estão nos ajudando. Vejo muita vontade de recuperar o clube, não só nos problemas internos, mas também o respaldo com a sociedade no geral. Credibilidade é uma coisa que você perde muito fácil. Eu não gosto muito de falar disso, mas tem muita coisa que aconteceu quando a gente não estava, acaba reverberando no dia a dia. É buscar saída para ter soluções e ter resultados desportivos”, afirmou.

“Concordo que são 10 finais, são jogos muitos importantes e o próximo jogo é o jogo mais importante das nossas vidas. A gente precisa encarar isso como fundamental para a nossa pretensão de continuar na Série B. Muitas famílias dependem disso, muitos funcionários, muitos prestadores de serviço, muita gente que tem o ganha pão no Vitória. A gente quer honrar essas pessoas fazendo bons jogos e vencendo para que o time permaneça na Série B”, disse Wagner durante a entrevista pré-jogo.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*