Imperatriz tenta adiar jogo contra o Jacuipense após 13 atletas testarem positivo

CBF aguarda o resultado da contraprova para se pronunciar sobre o caso

Foto: Vagner Griogorio / Imperatriz

Após ter 13 jogadores diagnosticados com covid-19 além de um membro da comissão técnica, o Imperatriz do Maranhão tenta novamente adiar a sua estreia pelo Campeonato Brasileiro da Série C. No último domingo, a equipe enfrentaria o Treze, porém, a partida foi adiada por conta dos casos positivos de coronavírus no elenco. Agora o clube tenta remarcar o duelo contra o Jacuipense, marcado para para este sábado, às 17h, no estádio Frei Epifânio. O Imperatriz comunicou à Confederação Brasileira de Futebol e também acionou o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

 

De acordo com informação do GE, a CBF aguarda o resultado da contraprova para se pronunciar sobre o caso. A entidade, até a noite desta terça-feira, não fez qualquer mudança em cima da data da partida. Como os jogadores vinham treinando normalmente, é possível que o número de contaminados aumente. Pelo mesmo motivo, o time maranhense teve seu jogo contra o Treze, válido pela primeira rodada, no último final de semana, adiado.

Temendo um possível W.O., o Imperatriz vem traçando um plano B caso a resposta da CBF seja negativa. O elenco conta com oito jogadores que não testaram positivo para o novo coronavírus. Sendo assim a diretoria tenta inscrever os oito reforços, que sequer iniciaram treinamento com o restante do time, a tempo para o jogo contra o Jacuipense.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*