Técnico Guto Ferreira é cotado para assumir clube da Série B em 2019

Guto fracassou no Bahia e na Chapecoense em 2018

Após não conseguir o retorno à Série A que bateu na trave na última rodada, a Ponte Preta se movimenta para a próxima temporada e a prioridade no momento é a contratação de um treinador para 2019. Com Gilson Kleina descartado após não atender as ligações e não dar uma resposta, as principais opções para assumir a Macaca são Guto Ferreira (ex-Bahia e Chapecoense) e Mazola Júnior. Os dois estão sem clube. A expectativa da diretoria é anunciar o nome do novo comandante até quarta-feira.

Segundo informações do site Globoesporte, outros nomes também passaram pelo radar da Ponte, como Ney Franco e Roberto Fonseca, por exemplo. O primeiro, que subiu com o Goiás, mas não vai ficar no clube, tem planos de ficar um tempo nos Estados Unidos, enquanto Fonseca, responsável pela reação do Londrina na Série B, já assinou com o Novorizontino para o Paulistão.

O principal cotado é Guto Ferreira, que tem duas passagens pela Ponte Preta (2012/2013 e 2014/2015). Gordiola, por sua vez, diz que ainda não foi procurado pelo clube do interior paulista. Recentemente, ele esteve na mira do rival Guarani. Já Mazola ficou disponível após não renovar com o Criciúma. A Ponte chegou a sondá-lo antes do acerto com Kleina, porém, pelo compromisso com o Criciúma, Mazola recusou o convite na oportunidade.



VEJA MAIS

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*