Bahia não deve renovar com zagueiro e meia para a temporada 2019

Douglas Grolli tem situação incerta no Bahia

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

O Esporte Clube Bahia renovou recentemente com quatro jogadores: O lateral-direito Nino Paraíba, os volantes Elton e Flávio, e o atacante Edigar Junio. O próximo alvo da diretoria é o centroavante Gilberto. Enquanto alguns devem permanecer, outros já foram avisados que não permanecem para 2019, caso do lateral-direito Bruno, do volante Edson e do meia Agústin Allione – este último tem contrato com o Palmeiras.

Além do trio citado acima, mais dois não devem seguir no Fazendão em 2019, segundo informações veiculadas na imprensa baiana. O zagueiro Douglas Grolli e o meia Vinícius, ambos com contrato até dezembro de 2018. Um dos destaques do Bahia na conquista do Campeonato Baiano, Vinícius caiu de rendimento no Brasileiro, virou reserva e perdeu espaço com a promoção do jovem Ramires. Esse ano marcou 12 gols em 60 jogos.

Após o Campeonato Baiano, Vinícius ficou perto de renovar o seu contrato, mas as negociações – que estavam avançadas – congelaram com a demissão do técnico Guto Ferreira. O empresário manifestou diversas vezes o desejo do atleta de permanecer. Vinícius chegou ao Bahia em meados de 2017 após ficar seis meses sem jogar por causa de um imbróglio com o Atlético-PR. No total, jogou 88 partidas, marcou 15 gols e deu 12 assistências para gol.

Também com contrato encerrando e com a permanência incerta, o zagueiro Douglas Grolli é outro que deve deixar o clube ao final deste ano. O jogador, com passagens por Cruzeiro e Chape, ganhou oportunidades no tricolor com a lesão de Tiago e termina o ano com 27 partidas e 2 gols marcados, um dele contra o Atlético-PR pelas quartas de final da Sul-Americana. Porém, cometeu falhas bizarras em alguns jogos, uma delas no último BA-VI em que furou o chute e permitiu o gol de Léo Ceará.



VEJA TAMBÉM

Deixe seu comentário