Rebaixado, Sport-PE através do Tribunal quer vaga do Ceará no Brasileiro 2019

O caso Ernandes que parecia morto ressuscitou nesta segunda feira. Segundo informações de imprensa de Fortaleza, notadamente do Jornal O POVO, na última sexta-feira, 7, o Sport enviou uma Notícia de Infração Disciplinar à Procuradoria Geral do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O documento, assinado pelo presidente Arnaldo Barros, pede que o órgão instaure uma denúncia contra o Ceará para retirar pontos do time por ter utilizado o atleta em uma partida da Série A de 2018. Isso porque o lateral-esquerdo é suspeito de adulterar sua identidade.

Depois de ter conquistado o acesso com o Goiás jogando 31 partidas na Série B, a Ponte Preta entrou com o mesmo protocolo para tirar pontos do Esmeraldino, o que acarretaria no acesso da Macaca. Isso aconteceu após o repórter Pedro Orioli, da Rádio Central de Campinas, divulgar a denúncia após ter acesso à certidão do jogador em um cartório.



Agora, o Sport tenta o mesmo que a Ponte, mas com o Ceará. Caso o alvinegro viesse a perder os três pontos por ter entrado em campo com Ernandes contra o Santos, na primeira rodada do Brasileirão, algo inicialmente improvável de acontecer, O Sport permanece na Série A.

Tanto os paulistas quanto os pernambucanos estão entrando com base no artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que lê “incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente”. Prevê pena da perda de três pontos por jogo que o atleta atuou e multa de R$ 100 a R$ 100 mil.

O Ceará parece tranqüilo. Segundo o diretor de assuntos jurídicos do clube, Jamilson Veras, mesmo que o jogador tenha de fato atuado durante todo o ano com um documento falso, CBJD prevê, em artigo específico, punição ao atleta, não ao clube.

VEJA TAMBÉM

Deixe seu comentário

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. สมัคร สินเชื่อ บุคคล
  2. Hostinga cena

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*