Balanço geral do Esporte Clube Bahia em 2017

A caravana passou enquanto os cachorros latiam e o Bahia vai muito bem obrigado

Texto: Paulo Fernando

Balanço geral do Esporte Clube Bahia em 2017

O Bahia pode experimentar uma das suas melhores gestões nos últimos anos.

Tivemos o prazer e a honra de eleger, via da Democracia Tricolor, um Presidente legítimo através do voto de grande parte da Grande e Imensa Nação Tricolor: O Senhor MARCELO SANTANA!

O Bahia foi devidamente resgatado da sanha dos Coronéis Oligarcas e Hereditários quando a situação já se encontrava prá lá dos limites do “Deus nos Acuda”, com o Clube passando por gravíssimos problemas de ordem financeira, administrativa e patrimonial. Uma bagunça

generalizada levando o Clube a passar 10 anos sem um título estadual.
Os “gestores” de triste lembrança haviam conseguido acabar com tudo! O Bahia, de uma hora para outra, se viu sem condições sequer de pagar os encargos sociais relativos aos jovens talentos da base causando enormes prejuízos ao patrimônio do Clube quando da perda desses valores de forma sinistra.

O Bahia se encontrava em estado pré falimentar com enorme dívida e com o seu Patrimônio Físico ameaçado de perdas pela incompetência que emanava das “gestões” fraudulentas e temerárias pelas quais passamos.

O Marcelo Santana (repito não votei nele; votei no Tillemont) assumiu e deu uma nova ordem na GESTÃO do Clube! Isso é fato e só não enxerga quem não quer!

Saneou as dívidas encaminhando acordos relativamente bons e buscou dar uma nova ordem no tratamento das coisas do interesse Tricolor. Estabeleceu uma política na austeridade financeira cortando gastos supérfluos, especialmente os dos JABAZEIROS, e criou um ambiente de alta responsabilidade fiscal.

Fechou acordos com a mídia da TV fechada, passando à limpo algumas situações viciosas no âmbito administrativo tornando o conhecimento das situações mais aberta aos DONOS do Clube numa clara demonstração de que estava bem intencionado nas suas ações.
Recuperou alguns ativos, tratou do quadro de associados, buscou novos patrocínios, enfim, desenvolveu muitas ações nesse sentido tendo, inclusive, fechado um excelente acordo para a retomada do Patrimônio denominado “CIDADE TRICOLOR” que se constitui num dos melhores CT’s de Clubes, no País.

Errou em alguns momentos no item FUTEBOL! A finalidade de um clube de futebol é promover um time vitorioso nas disputas em que estiver envolvido. Nisso o Bahia teve grandes dificuldades mas, explica-se devidamente pelo fato de que a responsabilidade do dirigente era grande e passou a maior parte do tempo “arrumando” a casa para que os frutos, no campo, começassem a aparecer.

O planejamento do Clube para o ano de 2017 foi claro e muito divulgado: priorizar a CN e a permanência na elite para o próximo ano. Assim, deduz-se que os objetivos foram 100% alcançados com a conquista do Título Regional (há muito tempo sem conquistá-lo) e uma razoável campanha na elite do futebol brasileiro, garantindo a nossa permanência para o próximo ano.

Como Tricolor que acompanha o Clube desde 1900, e não lembro mais, posso garantir que esse gestão do MS foi uma das melhores pelas quais passamos. O ano para o Bahia termina de forma positiva dando esperanças que a nova Diretoria do Bellintani, na qual votei, tenha amplas condições de realizar um trabalho melhor com bons frutos no futebol profissional.

As previsões para essa nova GESTÃO são excelentes e anima a Grande e Imensa Nação Tricolor ávida pelas conquistas nacionais e, quiçá, internacionais. Imagino que, doravante, teremos melhores dias no futebol profissional baiano e brasileiro.

A caravana passou enquanto os cachorros latiam e o Bahia vai muito bem obrigado!!!
BBMP !!!

Paulo Fernando – amigo e parceiro do Futebol Bahiano

 

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*