Grupo Revolução Tricolor busca entendimento no Bahia

O grupo de oposição Revolução Tricolor, que apoiou Fernando Jorge nas eleições do Bahia, entregará propostas ao presidente Marcelo Guimarães Filho nos próximos dias. O objetivo principal dos oposicionistas é participar do processo de reelaboração do estatuto tricolor, que ocorrerá provavelmente em janeiro.

Para isto, a Revolução Tricolor abriu mão de reivindicar diretas em 2009, como pregava até aqui, e concorda que os sócios só tenham direito a voto em 2011. A criação de uma diretoria de planejamento e novos negócios, promessa de campanha do atual presidente, foi abraçada pelos integrantes do grupo.

“Nós representamos a oposição, que não é ao clube. A gente é oposição a essa situação que está” explica o porta voz da Revolução Tricolor, Leandro Fernandes. A meta é falar e ser ouvido, o que, no ponto de vista de Leandro, não havia na gestão anterior. “Se ele ( Marcelo Guimarães Filho) ouvir nossas idéias, vai ter nosso apoio.

Algumas propostas do candidato derrotado Fernando Jorge serão incluídas no documento a ser discutido amanhã, ás 13horas, em reunião do grupo na Escola Primeira Letras, no bairro do Stiep

Pé atrás – Os primeiros passos para a casadinha Marcelo Guimarães Filho são bem visto por Leandro Fernandes. Ele avalia que os jogadores contratados, com experiência de ter disputado a série A do Brasileirão, podem render bons frutos ao clube. A única restrição é de cunho pessoal “ Com relação a Paulo Carneiro em si, eu continua com o pé atrás” afirma.

Resistência esperada também por Paulo Carneiro, ex-presidente do Vitória que adorava satirizar os tricolores. “Não é uma coisa simples para uma pessoa com a minha história estar aqui” falou o gerente de futebol durante sua apresentação oficial, terça-feira.

Marcelo Guimarães Filho já foi procurado pelo grupo de oposição. No seu discurso de posse, o presidente jogou para a torcida e disse que quer “apoio para o clube. Seja na arquibancada, seja cobrando da gente o que a gente está prometendo” Filho afirma também o desejo de querer unir as diferentes correntes de pensamentos que há no clube.

Além das propostas a acrescentar no estatuto, a reunião de sábado, tratará também da formação da chapa de oposição para concorrer na eleição do Conselho Deliberativo, marcada para o dia 6 de janeiro de 2009. A chapa tem que ser composta por 300 sócios, que passarão pelo crivo da assembléia geral.Galo chega sábado para apresentação na segunda-feira

O novo técnico do Bahia, Alexandre Gallo, ex-Atlético Mineiro, desembarca no Aeroporto Luís Eduardo Magalhães, no sábado (20), às 13h45. Além de Gallo, também virão o auxiliar técnico, Maurício Copertino, e o novo preparador físico Valmir Cruz.

Gallo passará o fim de semana na capital baiana realizando reuniões com a diretoria tricolor. O novo técnico do Bahia deve ser apresentado oficialmente na manhã da próxima segunda-feira (22), no auditório do Fazendão.Gallo foi anunciado como novo técnico do clube decisão anunciada pelo presidente Marcelo Guimarães Filho nesta terça-feira (16).

Oficial – Treinador descarta Ramon Menezes.

Em entrevista à Radio Transamérica, ontem à noite, o técnico Alexandre Gallo descartou a possibilidade de Ramon Menezes, 36 anos, que disputou o Brasileiro pelo Vitória. “Nesse primeiro momento, não” respondeu. Gallo tem 41 anos e jogou junto com Ramon no Atlético Mineiro. Ele reafirmou que Marcelo Ramos não virá. Com informações de Herbem Gramacho do Correio/Adaptado desta sexta-feira

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*