Vitória folga pela primeira vez na temporada

Pela primeira vez na temporada, o Vitória ganha uma semana inteira para realizar coletivos e fazer experiências visando o entrosamento dos atletas da equipe. Com partidas sempre às quartas e domingos desde o mês de janeiro tanto pelo Campeonato Baiano quanto pela Copa do Brasil, os treinadores Vadão e Vágner Mancini não podiam se dar ao luxo de realizar coletivos com tanta freqüência devido à exaustão dos jogadores.

Com a chegada do quadrangular final e a eliminação da Copa do Brasil, tudo mudou. A equipe ganha folgas de jogos no meio da semana e pode transformar o tempo livre em maior qualidade no elenco.

Há dez dias no clube, será a primeira vez em que Vágner Mancini terá a chance de fazer experiências com os jogadores que tem à disposição, sem precisar entrar em campo com formações similares às de Vadão. O principal objetivo continua sendo acertar a defesa, que nas três partidas comandadas por Mancini já sofreu cinco gols.

Os jogadores se reapresentam na manhã desta terça-feira, pois a segunda-feira foi de folga geral. Um prêmio pela boa estréia na fase decisiva. Na segunda-feira, apenas os jogadores que não atuaram contra o Itabuna fizeram trabalhos físicos. O zagueiro Marcelo Batatais, que reclamou de dores nas coxas durante a partida de domingo, ameaçou entrar para o departamento médico, mas já garantiu aos preparadores físicos que tem condições de treinar sem problemas.

Clima pesado no Barradão

Manda quem pode, obedece quem tem juízo. No Vitória, muitos jogadores não estão acompanhando as exigências e plano de trabalho do técnico Vágner Mancini e ainda estão de cara feia por ter sido encostado no grupo.

Com apenas 20 anos, Gustavo foi o que mais causou polêmica. Depois de ser o lateral-esquerdo mais utilizado na era Vadão, o jovem talento já está fora até do banco de reservas da nova comissão técnica. Na reapresentação após o triunfo diante do Itabuna, o treinador Vágner Mancini resolveu liberar o ala para o time júnior, na tentativa de melhorar o desempenho de Gustavo junto com a garotada.

Mas parece que o jogador não gostou da decisão do comandante. O diretor de futebol, Renato Braz, tentou desconversar a possível desavença entre Mancini e Gustavo. “Aqui tudo é Vitória. Se ele tem idade pra ajudar no júnior, pode ajudar o júnior. Isso não significa nada. Nada de crise aqui“, disse Braz, no mesmo discurso de sempre.

Nesta terça, Gustavo foi recrutado novamente pelo técnico, pelo menos até o retorno de Alessandro, previsto para esta quarta. Quem também está com o bico de poucos amigos é Michel. Com exibições limitadas, o atacante não gostou de algumas críticas por parte de uma rádio e acabou descontando na imprensa baiana em geral.

A equipe do A TARDE tentou fazer uma foto com os integrantes do melhor ataque do Estadual, mas Michel se recusou, inclusive ironizando. “Faça a foto do técnico ali“, ignorando a equipe. Entretanto, Diego Silva, que, além de tomar o lugar do atleta entre os onze, também ficou bem na foto com os demais companheiros ofensivos.

Novato passa a ter chance no time do VitóriaO sobe e desce no Vitória não pára. Enquanto Fernando, pouco conhecido dos torcedores, começa a ter oportunidade com o técnico Vágner Mancini, mesmo improvisado como lateral-esquerdo, o seu companheiro Gustavo, titular da posição desde o início desta temporada, não só perdeu a vaga no time como também está voltando para os juniores. São duas situações paralelas e ao mesmo tempo coincidentes, no momento em que o rubro-negro largou bem no quadrangular decisivo em busca do bicampeonato baiano. Alessandro, de rejeitado no início do campeonato e emprestado ao Guarani, de Campinas, está sendo reintegrado ao grupo. Ele chega hoje, à tarde, depois de rescindir o contrato com o clube paulista. Fernando, volante de 20 anos, que teve uma passagem nas divisões de base do Bahia, em 2003, e veio em janeiro emprestado pelo Internacional de Porto Alegre, não foi relacionado pelo ex-técnico Vadão sequer para a concentração. Com a chegada de Vágner Mancini, no entanto, os ventos começaram a soprar a seu favor, ao ser escalado no time reserva que empatou com o Feirense por 4×4. O treinador gostou do seu desempenho e o manteve, domingo, contra o Itabuna. A expectativa é que Fernando continue na lateral-esquerda na segunda rodada do quadrangular, domingo, no Barradão, diante do xará de Conquista. O cearense Fernando não se considera titular, mas para ele o importante é ajudar a equipe. Mesmo relegado a plano inferior nos últimos três meses, o volante improvisado hoje de lateral-esquerdo não se empolga, embora esteja satisfeito. “Joguei pouquíssimas partidas como lateral no time B do Internacional, porque a minha é jogar no meio. Ótimo que estou servindo ao treinador e à própria equipe, mas não me considero titular”.Venda de ingressos será iniciada nesta quarta.

A torcida rubro-negra poderá a partir desta quarta-feira, garantir o seu ingresso para o imprtante jogo envolvendo Vitória e Vitória da Conquista, líder e vice-líder do quadrangular decisivo do Baianão 2008.O jogo que está programado para domingo às 16 horas no Barradão tem todos os atrativos para quebrar o recorde de público do campeonato até o momento. Um novo triunfo rubro-negro deixará o Leão numa situação confortável em relação à conquista do bicampeonato.Os ingressos serão comercializados inicialmente na Loja Toca do Leão, localizada no Shopping Capemi, ao lado do Iguatemi. A princípio serão comercializados os ingressos de cadeira (meia e inteira) e arquibancada (inteira). Os ingressos de arquibancada (meia) só serão comercializados nas bilheterias do Barradão, no dia do jogo.Antecipe a compra do seu ingresso evitando filas na hora do jogo e aproveite para adquirir produtos licenciados do clube na única loja 100% rubro-negra.

Maiores informações através do telefone: (71) 3358-5411
UOL/A Tarde/Canal Vitória/Correio da Bahia

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*