Fluminense lamenta a morte de Jô Soares, torcedor declarado do clube

Um dos personagens mais famosos de Jô Soares foi Zé da Galera nos anos 80.

Divulgação/Rede Globo

Morreu na madrugada desda sexta-feira o apresentador, humorista, ator e diretor, Jô Soares, aos 84 anos. Ele estava internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. A causa da morte não foi revelada. Jô era torcedor declarado do Fluminense do Rio de Janeiro. Na Copa de 2018, Jô foi um dos convidados da cobertura do canal Fox Sports e esteve presente no programa “Debate Final”. Nos anos 60, participou de um episódio marcante do histórico programa “Família Trapo”, da TV Record,  onde o ator Ronald Golias ensinava nada mais nada menos que Pelé a jogar futebol.

 

Um dos personagens mais famosos de Jô Soares foi Zé da Galera nos anos 80. Durante o programa “Viva o gordo” da TV Globo, Jô ligava do orelhão para o técnico da Seleção, Telê Santana, durante a Copa de 82 e cornetava as escolhas do comandante. O bordão “bota ponta na Seleção, Telê!” ficou marcante na carreira de Jô Soares. O astro brasileiro estava internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, desde o fim de julho. Jô era carioca e teve um filho, Rafael Soares, que fazia parte do espectro autista e morreu em 2014, aos 50 anos.

Deixe seu comentário!

PUBLICIDADE

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*