Técnico do Jacuipense vibra com “reencontro” de equipe na Série D

Rodrigo Chagas contou com as voltas dos atacantes como Welder e Jeam na vitória sobre a Juazeirense, no último sábado (25)

Foto: Divulgação / Jacuipense

A três rodadas do término da primeira fase na Série D do Campeonato Brasileiro, o Jacuipense abriu quatro pontos de vantagem para o primeiro time fora do G-4 da Chave 4, a Juazeirense. A vantagem aconteceu após vencer o Cancão de Fogo por 2 a 0, no último sábado (25). O placar contou com os retornos dos atacantes Welder e Jeam. De acordo com o técnico do Leão Grená, Rodrigo Chagas, o desempenho do time na 11ª rodada da Quarta Divisão relembrou a campanha na primeira parte do Campeonato Baiano. Na ocasião, a equipe de Riachão do Jacuípe venceu os sete primeiros confrontos.

 

“Voltamos a nos reencontrar na competição, com o retorno de atletas, como Welder que estava machucado, Henrique, de Jeam que ficou praticamente dois meses parado. Tivemos muitos problemas com jogadores por questão de lesão e de cartões”, analisou o treinador.

Outro setor reforçado foi o sistema defensivo. Diante da agremiação de Juazeiro, o Leão do Sisal contou com a formulação da zaga com os retornos de Wesley e Evandro.

“Tem que se levantar também, que com os retornos de Wesley e Evandro tivemos uma sustentação defensiva melhor, passamos a não tomar gol. O mais importante é que tivemos um equilíbrio defensivo bom que tínhamos no Campeonato Baiano, da maneira e da forma que jogamos o estadual. Isso nos deu essa condição que temos hoje, uma equipe bem equilibrada como foi contra a Juazeirense, aproveitando bem as oportunidades. E criando bastante, que é o mais importante”, explicou o comandante.

Com 17 pontos e a dois do líder ASA, o Jacuipense recebe o Atlético de Alagoinhas, no próximo domingo (3), às 16h, no Estádio Valfredão.

Deixe seu comentário!