Danilo Fernandes apoia meia do Inter em suposto caso de racismo

"Acredito no Edenilson, amigo que fiz no futebol", disse.

Foto: Divulgação / EC Bahia

O caso de injúria racial sofrido pelo meio-campista Edenílson, do Internacional, no empate por 2 a 2 com o Corinthians gerou repercussão na web. Em função do ocorrido, o goleiro Danilo Fernandes, do Bahia, prestou apoio ao companheiro de profissão. O jogo aconteceu no Estádio Beira-Rio, casa do Colorado, no último sábado (14). Na ocasião, o volante do time gaúcho garantiu ter sido chamado de “macaco” pelo lateral-direito Rafael Ramos, do Timão, durante a partida.

 

“Chato falar sobre esse assunto. Acredito no Edenilson, amigo que fiz no futebol. Conheço ele muito bem. Se ele falou, alguma coisa teve. A gente não pode admitir isso. Isso não existe. O mundo em que estamos vivendo… Não sei o que vai acontecer. Mas as autoridades estão aí”, analisou o arqueiro do Esquadrão de Aço, após a derrota do Tricolor para o Vasco por 1 a 0, na noite do último domingo (16).

Danilo Fernandes atuou com Edenílson no Inter. Antes do início do embate com o Gigante da Colina, o experiente goleiro prestou solidariedade ao meia por meio das redes sociais. Rafael Ramos chegou a ser preso em flagrante, mas foi liberado após pagamento de fiança. O defensor nega a acusação e alega que o caso foi um mal-entendido.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*