Guto elogia estreia de Vitor Jacaré no Bahia: “Caiu na graça da torcida”

"No primeiro toque na bola ele empurrou para dentro e caiu na graça da torcida"

Foto: Felipe Oliveira/ECB

O atacante Vitor Jacaré teve uma estreia que todo jogador sonha. Na noite de ontem, o jogador saiu do banco aos 10 minutos e marcou no primeiro toque na bola. Ainda fez um golaço aos 20 minutos para sacramentar o triunfo do Esporte Clube Bahia por 2 a 0 sobre o Cruzeiro na Arena Fonte Nova pela estreia do Campeonato Brasileiro da Série B. Guto Ferreira, na entrevista pós-jogo, explicou a escolha por Jacaré para substituir Hugo Rodallega e elogiou a estreia do jogador com quem trabalhou junto no Ceará e conquistou a Copa do Nordeste de 2020.

 

“Na hora que eu tinha Rodallega, precisava de muito jogo associativo. Raí tem esse jogo de associação. Quando entra [Matheus] Davó, preciso de alguém com velocidade para acompanhar ele. Se Raí está desgastado, quem tem velocidade para acompanhar? Jacaré. Trocamos os dois. Na primeira bola do Davó, ele pifou o Jacaré, e que estreia, hein? No primeiro toque na bola ele empurrou para dentro e caiu na graça da torcida”, afirmou Guto.

“Conhecemos Jacaré no Ceará, e no melhor momento ele teve uma lesão de [ligamento] cruzado. A recuperação foi um pouco complicada, teve alguns problemas. Ele teve de voltar para a mesa de cirurgia duas ou três vezes. A recuperação, que seria em oito meses, foi em um ano. Mas é um menino muito determinado. O que ele fez é fruto do que faz diariamente nos treinos, da entrega que tem. Não tem tempo ruim para ele. Sempre trabalha no máximo”, contou.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário