Bahia entra com representação na CBF contra arbitragem de jogo com Náutico

Os tricolores reclamam de um gol feito por Marco Antônio que foi anulado

Foto - Reprodução

Apesar do triunfo por 1 a 0 sobre o Náutico, no Estádio dos Aflitos, na última sexta-feira, pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, o time do Esporte Clube Bahia deixou o campo na bronca com a arbitragem por conta de um gol mal anulado. Aos 48 minutos do primeiro tempo, quando vencia por 1 a 0 e jogando com um a menos, o Tricolor teve um gol mal anulado, marcado por Marco Antônio. O atacante estava em posição legal, mas a assistente Leila Naiara Moreira levantou a bandeira antes da finalização e o árbitro Rodrigo Raposo parou a jogada, impossibilitando uma revisão do VAR.

 

O protocolo do árbitro de vídeo determina que é preciso esperar a conclusão da jogada para fazer a análise do vídeo na sequência. Por conta do erro, o Esporte Clube Bahia entrou nesta segunda-feira (18) com uma representação para a Comissão de Arbitragem da CBF contra a arbitragem do jogo. O Esquadrão é o líder da Série B, com 6 pontos, após vencer Cruzeiro e Náutico.

VEJA O LANCE

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário